CINEMA

Refilmagem dispensável

Carrie, a Estranha nada acrescenta ao original de 1976

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

O livro de Stephen King e a realização de Brian De Palma fizeram um casamento perfeito em Carrie, a Estranha, de 1976. Imitado, homenageado e satirizado, o filme de terror virou cult. Quase quarenta anos depois, alguém inventa de fazer uma refilmagem. Nada contra remakes, desde que tragam renovação ou atualização à matriz. O problema aqui é justamente este: ser uma cópia fiel, porém pálida. Em alguns quesitos, mostra-se muito inferior ao original. A começar pela protagonista: Chloë Grace Moretz, de 16 anos, possui aparência de menina de boa família, ao contrário de Sissy Spacek, a primeira Carrie. Embora uma atriz competente em outros trabalhos (como Kick-Ass), Chloë não convence como a esquisita Carrie, a jovem que sofre bullying das colegas de escola. Quando contrariada, tem seu poder telecinético atiçado. O mal vem, em parte, da educação repressora da mãe, uma fanática religiosa interpretada por Julianne Moore. Os efeitos visuais, claro, ganharam um upgrade, mas o sabor requentado prevalece.

✪✪ Carrie, a Estranha, de Kimberly Peirce (Carrie, EUA, 2013, 100min). 16 anos. Estreou em 6/12/2013. Legendado: Cine Carioca Méier 2, Cinemark Downtown 12, Cinemark Plaza Shopping 3, Cinesystem Via Brasil 1, Iguatemi 1, Kinoplex Madureira Shopping 5, Kinoplex Nova América 5, Kinoplex Tijuca 1, Rio Sul 4, UCI Kinoplex NorteShopping 5, UCI ParkShopping Campo Grande 2, UCI New York City Center 5 e 8. Dublado: Box Cinemas São Gonçalo 5, Cine 10 Sulacap 5, Cine Carioca Méier 2, Cinemark Carioca Shopping 1, Cinespaço Boulevard 2, Cinesystem Bangu 3, Cinesystem Via Brasil 1, Iguaçu Top 2, Kinoplex Grande Rio 2, Kinoplex Madureira Shopping 5, Kinoplex Nova América 5, Kinoplex West Shopping 3, Shopping Bay Market 1.

Fonte: VEJA RIO