rebeldia na tela

Caixa Cultural recebe mostra de cinema argentino

A partir desta terça (18), Argentina Rebelde traz 17 filmes que contam o panorama do país. Ingressos a R$ 4,00

Por: Redação VEJA RIO - Atualizado em

a patagônia rebelde
A Patagônia Rebelde (Foto: Divulgação)

Um dos principais parceiros comerciais do Brasil, a Argentina será protagonista da próxima mostra de cinema da Caixa Cultural, que começa nesta terça (18). Através de longas e curtas-metragens, Argentina Rebelde traz o panorama histórico dos últimos 70 anos do país. Com curadoria do crítico e pesquisador de cinema Victor Guimarães, a programação reúne obras desde o cine social dos anos 1940, passando pelo Nuevo Cine de 1960 até as produções contemporâneas.

Ao todo serão 17 filmes exibidos na mostra, incluindo fitas inéditas no Brasil. Outra opção é conferir a palestra “Revolucionários, insurgentes e dissidentes”, ministrada pelos críticos argentinos Alejandro Cozza e Roger Koza, entre os dias 27 e 29. Para se inscrever, basta enviar um e-mail para producao.argentinarebelde@gmail.com. Até o próximo dia 30 de agosto, conferências, mesa-redonda e participação de críticos latino-americanos em sessões comentadas completam o programão.  

Os ingressos saem a R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia-entrada).

+ Fique de olho nos 41 filmes em cartaz

+ Novo Missão Impossível estreia no circuito carioca

Confira abaixo a programação completa:

Terça, 18/8

Cinema 1 – Sessão de abertura

18h30 – Invasão (1969), Hugo Santiago, 125 min, 14 anos.

Quarta, 19/8

Cinema 1

15h - Tempo de vingança (1981), Adolfo Aristarain, 108 min, 14 anos.

17h10 - Jogue uma moeda (1960), Fernando Birri, 33 min, livre.

+ Os inundados (1962), Fernando Birri, 87 min, livre

19h30 - A casa do anjo (1957), Leopoldo Torre Nilsson, 1957, 78 min, livre.

Quarta, 20/8

Cinema 1

16h15 - A hora dos fornos – parte 1: neocolonialismo e violência (1968), Fernando Solanas e Octavio Getino,  85 min, 16 anos.

18h15 - Os traidores (1973), Raymundo Gleyzer, 109 min, 16 anos. Sessão comentada pelo crítico José Carlos Avellar.

a guerra gaucha
A Guerra Gaúcha (Foto: Divulgação)

Sexta, 21/8

Cinema 1

16h - A patagônia rebelde (1974), Héctor Olivera, 103 min, 14 anos.

18h30 - A guerra gaúcha (1942), Lucas Demare, 95 min,  35mm, livre - Sessão comentada pela pesquisadora Ana Laura Lusnich.

Sábado, 22/8

Cinema 1

15h - O amor é uma mulher gorda (1987), Alejandro Agresti, 82 min, 14 anos. Sessão comentada pelo curador Victor Guimarães.

18h45 – Rei morto (1995), Lucrecia Martel, 12 min, 16 anos

+ … (Reticências) (1971), Edgardo Cozarinsky, 77 min, 16 anos

Cinema 2

17h - Terra dos patriarcas (2011), Nicolás Prividera, 100 min, livre

Domingo, 23/8

Cinema 1

15h - O dependente (1969), Leonardo Favio, 82 min, 14 anos

 +  Pude ver um puma (2011), Eduardo Williams, 17 min, 12 anos

17h15 - Parapalos (2004), Ana Poliak, 93 min, 16 anos

Cinema 2

17h - Mul3k3s (2013), Raul Perrone, 157 min, livre

invasão
Invasão (Foto: Divulgação)

Terça, 25/8

Cinema 1

15h30 - Jogue uma moeda (1960), Fernando Birri, 33 min, livre.

+ Os inundados (1962), Fernando Birri, 87 min, livre

18h – Invasão (1969), Hugo Santiago, 125 min, 14 anos. Sessão comentada pelo crítico Isaac León Frías

Quarta, 26/8

Cinema 1

15h - A casa do anjo (1957), Leopoldo Torre Nilsson, 78 min, livre

16h45 - A patagônia rebelde (1974), Héctor Olivera, 103 min, 14 anos

19h15 - A guerra gaúcha (1942), Lucas Demare, 95 min, livre

Quinta, 27/8

Cinema 1

15h30 - A hora dos fornos – parte 1: neocolonialismo e violência (1968), Fernando Solanas e Octavio Getino,  85 min, 16 anos.

17h15 - Rei morto (1995), Lucrecia Martel, 12 min, 16 anos

Parapalos (2004), Ana Poliak, 93 min, 16 anos

Cinema 2

13h-17h - Minicurso: Revolucionários, insurgentes e dissidentes, com Alejandro Cozza

19h15 - Terra dos patriarcas (2011), Nicolás Prividera, 100 min, livre

terra dos patriarcas
Terra dos Patriarcas (Foto: Divulgação)

Sexta, 28/8

Cinema 1

16h - Tempo de vingança (1981), Adolfo Aristarain, 108 min, 14 anos

18h30 - O dependente (1969), Leonardo Favio, 82 min, 14 anos

Pude ver um puma (2011), Eduardo Williams, 17 min, 12 anos

Sessão comentada pelo curador Victor Guimarães.

Cinema 2

14h-18h - Minicurso: Revolucionários, insurgentes e dissidentes, com Alejandro Cozza

Sábado, 29/8

Cinema 1

17h -  O amor é uma mulher gorda (1987), Alejandro Agresti, 82 min, 14 anos.

18h45 - Conferência: Rebeldia estética, rebeldia política, por Roger Koza -

Cinema 2

10h-14h – Minicurso: Revolucionários, insurgentes e dissidentes, com Alejandro Cozza

14h20 - Mul3k3s (2013), Raul Perrone, 157 min, livre

Domingo, 30/8

Cinema 1

14h50 - Os traidores (1973), Raymundo Gleyzer, 109 min, 16 anos

17h - Mesa redonda: Políticas do cinema argentino, com os críticos Alejandro Cozza, José Carlos Avellar e Roger Koza e mediação do curador Victor Guimarães.

19h30 - … (Reticências) (1971), Edgardo Cozarinsky, 77 min, 16 anos

Fonte: VEJA RIO