COTIDIANO

Waltercio Caldas é o artista brasileiro com maior visibilidade no exterior

Levantamento estatístico do Itaú Cultural põe artista carioca no topo da lista em número de exposições desde 1987

Por: Thaís Meinicke - Atualizado em

waltercio.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Uma pesquisa realizada pelo Itaú Cultural fez um levantamento estatístico da produção artística brasileira desde 1987. Uma coleta de dados de 19 mil exposições com obras de artistas brasileiros, no Brasil e no exterior, colocou o carioca Waltercio Caldas em primeiro lugar no ranking.

Nos últimos 25 anos, o escultor, desenhista e artista gráfico de 66 anos teve participação em 314 exposições. A pesquisa mostra o prestígio internacional que Waltercio conquistou na última década, em que expôs seu trabalho em museus como o Tate Modern, em Londres, e o The Museum of Fine Arts de Houston, nos Estados Unidos.

Com 14 exposições a menos, a gaúcha Regina Silveira, ficou em segundo lugar no ranking, com 300 exposições, seguida por Vik Muniz (296) e Cildo Meireles (291). Entre os curadores, um carioca também ficou no topo da lista. Com 68 curadorias, Fernando Cocchiarale, diretor do Museu de Arte Moderna do Rio por oito anos, é o primeiro do ranking, seguido pelo atual diretor do Museu de Arte Contemporânea da USP, Tadeu Chiarelli.

Fonte: VEJA RIO