EDIÇÃO DA SEMANA

Uma volta... nos arredores do Arco do Teles com o economista Carlos Lessa

As ruas livres de carros da região, no Centro, são o canto favorito do economista Carlos Lessa no Rio. Veja as dicas dele por lá

Por: Louise Peres - Atualizado em

uma-volta.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

As ruas livres de carros são a principal razão que levaram o economista Carlos Lessa a eleger as cercanias do Arco do Teles como um de seus lugares favoritos no Rio. Aos 77 anos, pelo menos uma vez por semana ele sai do Cosme Velho, onde mora, para passear por ali e, depois, almoçar sem pressa de ir embora. "É deliciosa a liberdade de caminhar sem preocupação com o trânsito, sentar-se às mesinhas da calçada e apreciar uma boa refeição observando o movimento, como na Grand Place, em Bruxelas", compara o ex-presidente do BNDES, citando a enorme praça na capital da Bélgica, cujas varandas de bares e bistrôs estão sempre apinhadas de turistas e locais. Dono de alguns sobrados no local, foi com esse exemplo em mente que ele liderou um movimento de revitalização da região, hoje repleta de botecos e restaurantes, sebos com ótimos acervos e lojinhas descoladas: "Tenho uma ligação afetiva com esta área que vem da minha infância, quando já corria e brincava por estas vielas".

"Aquele pedacinho do Centro se tornou um agradável polo gastronômico que faz lembrar a Grand Place, em Bruxelas, na Bélgica."

Fonte: VEJA RIO