ROTEIRO DA SEMANA

Crianças

Confira o roteiro de atrações infantis dessa semana, como peças de teatro, filmes e outras atividades

Por: Bruna Talarico - Atualizado em

TEATRO

AI!!! O GRITO DE CARNAVAL DOS IRMÃOS BROTHERS, de Fábio Florentino. O espetáculo é dividido em duas partes: a primeira é o musical propriamente dito, que conta a história do Carnaval por meio de marchinhas e números circenses. Depois, a trupe comanda um baile para os pequenos foliões. O repertório inclui marchinhas autorais, além de clássicos apresentados na primeira parte, como Chiquita Bacana e Cidade Maravilhosa. Quem preferir poderá chegar apenas para o baile. Direção de Alberto Magalhães (45min de espetáculo e 45min de baile). Rec. a partir de 4 anos. Reestreou em 12/1/2013. Parque das Ruínas (75 lugares). Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa, ☎ 2224-3922. Sábado, 17h. Grátis. Até 2 de fevereiro.

✪✪✪✪ COISAS QUE A GENTE NÃO VÊ, de Renata Mizrahi. Da autora do premiado Joaquim e as Estrelas, o sensível texto aborda a questão da disponibilidade de tempo e afeto no contexto familiar. A protagonista é Yasmim (Débora Lamm), uma menina sempre insatisfeita, mesmo sem motivo para isso: seu quarto, cenário em que a trama se desenvolve, é repleto de brinquedos, e suas vontades são prontamente atendidas por sua mãe (Susanna Kruger) e seu pai (Alexandre Mofati). Os amigos Beatriz (brilhantemente interpretada por Elisa Pinheiro, que se reveza ao longo da temporada com Angela Bellonia), menina rica e mimada, e Raimundo (Anderson Cunha), garoto simples e cheio de vida, vão ajudá-la a entender o que se passa com ela. Escritos em rima, os diálogos exercem igual impacto sobre os pequenos e os pais. Direção de Joana Lebreiro (55min). Rec. a partir de 5 anos. Reestreou em 12/1/2013. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shop­ping da Gávea), Gávea, ☎ 2239-1095. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 3,00 a primeira meia hora). Até 24 de fevereiro.

A FADA AZUL E A ARCA DE NOÉ, de Lucianna Martins. Espetáculo dedicado à primeira infância, o período entre os 6 meses e os 6 anos. Em cena, a história bíblica de Noé é narrada pela Fada Azul (Lucianna Martins) e suas ajudantes, a Fada Rosa (Beta Brito) e a Fada Verde (Jéssica Máximo). Na trilha sonora, interpretada ao vivo, entram clássicos de Vinicius de Moraes para o álbum A Arca de Noé, a exemplo de O Gato, O Leão e O Pato. Para não cansar o precoce público, a peça é dividida em dois blocos. Direção da autora (45min). Rec. a partir de 6 meses. Reestreou em 5/1/2013. Teatro dos Grandes Atores ? Sala Azul (396 lugares). Avenida das Américas, 3555, Barra, ☎ 3325-1645. Sábado e domingo, 17h. R$ 40,00. Bilheteria: 13h/20h (ter. a dom.). Até 24 de fevereiro.

✪✪✪ NO FUNDO DO MAR, de Cláudio Figueira. Encenado pela primeira vez em 2005, o musical da Companhia Só de Sapato procura passar aos pequenos noções sobre a importância da preservação dos mares. No palco, onze atores recorrem a canto e dança para contar a história dos vilões mergulhadores Cruel (Gabriel Titan) e Mau-Mau (Marcelo Klein), sempre à caça de espécies raras para vender. Entre uma maldade e outra da dupla atrapalhada, a plateia conhece personagens como o medroso Barão Tubarão (Rodrigo Souza), a bela e convencida Estrela Star (Martina Blink), a meiga Tartaruga (Deborah Marins), o bonachão Polvo (Carlos Viegas) e o sensato Cavalo-Marinho (André Lemos). Direção de Cláudio Figueira e Carlos Arthur Thiré (50min). Rec. a partir de 5 anos. Reestreou em 5/1/2013. Teatro das Artes (465 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 17h. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Cc: M e V. Cd: R e V. IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 24 de fevereiro.

✪✪✪✪ MOMO E O SENHOR DO TEMPO, de Michael Ende (1929-1995). Adaptação de Cristina Moura e Renata Mizrahi. Consagrado autor de A História sem Fim, texto adaptado para o cinema, o escritor alemão Michael Ende (1929-1995) coleciona outros acertos na literatura infantojuvenil. Um deles é a fábula centrada na história da menina Momo (Isabella Par­kinson), que se diverte e faz amigos com suas brincadeiras singelas ? a plateia vem abaixo acompanhando jogos como a corrida ao contrário, vencida por quem ficar em último lugar. Essa rotina é interrompida pela chegada dos Homens Cinzentos: os vilões da trama querem impor a todos um ritmo de vida acelerado, sem espaço para brincadeiras. Projeções e outros recursos multimídia, além da trilha sonora de Domenico Lancellotti, contribuem para realçar a crítica de Ende à falta de tempo para as coisas simples. Também estão no elenco Bernardo Marinho, Carolina Cony, Isabel Guéron e Jonas Gadelha. Direção de Cristina Moura (50min). Rec. a partir de 5 anos. Estreou em 8/12/2012. Oi Futuro Flamengo (84 lugares). Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. Sábado e domingo, 16h. R$ 15,00. Bilheteria: a partir das 11h (sáb. e dom.). Até 3 de fevereiro.

PANO DE RODA, da Cia. Carroça de Mamulengos. A trupe familiar de atores, músicos, bonequeiros, contadores de histórias e palhaços leva ao teatro uma trama que retrata os percalços da vida circense. O nome da peça remete ao cercado de chita usado para delimitar o espaço das apresentações mais populares. Na história, um circo itinerante está de passagem por uma pequena cidade. Ali, uma dupla de desocupados (João Gomide e Matheus Gomide) busca lugar na companhia, formada pela líder (Schirley França) e por um encarregado (João Gomide), uma dançarina (Elen Carvalho), um marceneiro (Francisco Gomide) e uma auxiliar (Luzia Gomide). Direção dos autores (70min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 12/1/2013. Teatro Dulcina (429 lugares). Rua Alcindo Guanabara, 17, Cinelândia, ☎ 2240-4879, ? Cinelândia. Sábado e domingo, 16h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Até 3 de fevereiro.

✪✪✪ AS PAPARUTAS, de Lázaro Ramos. Escrita pelo ator em 2002, a peça, antes defendida por elenco mirim, agora conta com intérpretes adultos. Inspirada na festa popular que acontece na Ilha do Pati, no município baiano de São Francisco do Conde, a fábula é narrada pelo garoto Jovi (Samuel de Assis). Ele conta a história das paparutas, guardiãs da cultura africana. A chegada de uma nova integrante ao grupo (Maria Gal) desperta a insegurança da líder da turma (Renata Celidônio). A personagem decide, então, com a ajuda de seu mensageiro, Feio (Munir Kanaan), que todos serão transformados em seu ideal de perfeição: ela mesma. O espetáculo aborda o respeito às diferenças ? a protagonista, por exemplo, tem a língua presa ? e a importância da persistência nos sonhos de cada um. Direção de Luiz Antônio Pillar (80min). Rec. a partir de 7 anos. Rees­treou em 12/1/2013. Oi Futuro Ipanema (120 lugares). Rua Visconde de Pirajá, 54, 3º andar, Ipanema, ☎ 3131-9333, ? General Osório. → Sábado e domingo, 16h. R$ 15,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Até 3 de fevereiro.

✪✪ PINOCCHIO ? O MUSICAL, adaptação de Anderson Oliveira. Autor e diretor da simpática versão de A Princesa e o Sapo, dos irmãos Grimm, Oliveira exerce aqui as mesmas funções. Desta vez, explora o clássico livro As Aventuras de Pinóquio, do italiano Carlo Collodi (1826-1890). Construído pelo marceneiro Gepeto (Leandro Amado), o boneco de madeira Pinóquio (Tauã Delmiro) ganha vida pelas mãos de uma fada, mas ainda tem de passar por várias aventuras até se transformar em um menino de verdade. A força da trama mantém as crianças atentas, mas a montagem patina tecnicamente. Direção de Anderson Oliveira (60min). Rec. a partir de 3 anos. Reestreou em 5/1/2013. Teatro dos Grandes Atores ? Sala Azul (396 lugares). Avenida das Américas, 3555, Barra, ☎ 3325-1645. Sábado e domingo, 17h. R$ 40,00. Bilheteria: 13h/20h (ter. a dom.). Até 24 de fevereiro.

✪✪✪✪ POLENTA COM RADITE, de Lú Gatelli e Marcelo Gatelli. Polenta, nascido na Itália, está a caminho do porto para voltar à sua terra. No caminho, esbarra com Radite (corruptela de radicchio, mais usada na Região Sul), jovem brasileira que sonha em ser artista. A dupla de palhaços interpretada pelos irmãos Gatelli, também autores do texto, protagoniza essa história de amor passada no Brasil dos anos 1940. O encontro entre os dois é a deixa para um desfile de números clássicos ? como a dificuldade de enfiar o braço na manga do paletó ou o lenço que, emprestado para enxugar lágrimas, acaba servindo para assoar o nariz. Não há uma linha de diálogo, e nem é preciso: por meio de pantomimas e com timing perfeito, os Gatelli mostram que a arte do clown não envelhece. Direção de Fernando Lopes Lima (45min). Rec. a partir de 7 anos. Reestreou em 12/1/2013. Sesc Tijuca (264 lugares). Rua Barão de Mesquita, 539, Tijuca, ☎ 3238-2100. Sábado e domingo, 17h. R$ 12,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Até 3 de fevereiro.

✪✪✪✪✪ SHREK ? O MUSICAL, adaptação de Cristina Berio a partir da cinessérie. Anunciado como uma superprodução (10 milhões de reais) que fez sucesso por onde passou (Broadway, Londres), o musical corresponde às melhores expectativas. Essa dinheirama investida aparece nos setenta caprichados figurinos e nos trinta cenários deslumbrantes. A trama, com pequenas alterações, é a do primeiro dos quatro filmes estrelados pelo ogro: ao lado do amigo Burro (Rodrigo Sant?Anna), Shrek (Diego Luri) vai até um castelo libertar a princesa Fiona (Sara Sarres, de O Fantasma da Ópera, dona de voz arrebatadora) das garras de um dragão. A aventura é uma missão imposta por Lord Farquaard (Marcel Octavio, impagável e de joelhos, para representar o nobre vilão baixinho). Sant?Anna, famoso por sua participação no humorístico Zorra Total, provoca risadas desde o primeiro minuto em que aparece, mas o humor, para crianças e adultos, também marca presença no repertório adaptado por Claudio Botelho e interpretado ao vivo pelo elenco de 27 atores, com acompanhamento de quinze músicos. Direção de Diego Ramiro (130min). Rec. a partir de 8 anos. Estreou em 14/12/12. Teatro João Caetano (1?143 lugares). Praça Tiradentes, s/nº, Centro, ☎ 2332-9257. Sexta, 20h; sábado e domingo, 16h e 20h. R$ 57,50 a R$ 115,00 (sex.); R$ 69,00 a R$ 126,50 (sáb. e dom.). Bilheteria: a partir das 14h (sex. a dom.). IC. Até domingo (27).

✪✪✪✪ TRÊS MARIAS, de Gabriel Naegele. Em tom de farsa, o espetáculo apresenta Antonio Maria (Gabriel Naegele), Zé Maria (Leonam Thurler) e Maria Aparecida (Denise Peixoto). Na peça dentro da peça, os personagens, membros de uma trupe mambembe, encenam em forma de musical a história de amor entre a menina Janaína (Denise, muito bem em todos os papéis que interpreta) e seu anjo da guarda, Gabriel (Thurler, que ainda encarna de forma impagável a mãe de sua protegida). Com objetos tirados de maletas, o elenco constrói ao longo da apresentação o inventivo cenário de Naegele, também diretor da montagem. Devassado, o palco escancara diante do público as trocas de personagem e a entrada e saída dos atores. A bela voz de Aline Peixoto e os figurinos exuberantes completam a lista de acertos dessa montagem da Companhia Crias da Casa. Direção do autor (50min). Rec. a partir de 5 anos. Reestreou em 5/1/2013. Imperator ? Centro Cultural João Nogueira (642 lugares). Rua Dias da Cruz, 170, Méier, ☎ 2596-1090. Sábado e domingo, 11h. R$ 20,00. Bilheteria: 14h/20h (ter. a sex.); a partir das 10h (sáb. e dom.). Até 3 de fevereiro.

A VIAGEM DE CLARINHA, de Maria Clara Machado (1921-2001). A adaptação do texto de 1970 para o palco aborda a transição entre infância e adolescência. Em uma viagem de barquinho de papel dentro de sua banheira, a pequena Clara (Valentina Bandeira e Rachel Rennhack dividem o papel juntas em cena) é sugada pelo ralo e vai parar em uma ilha no meio do oceano. Ao longo da aventura, ela enfrenta desafios como tempestades e ondas gigantes, além da destruição do barquinho e do encontro com seres marítimos. Esses percalços, logo se vai notar, são metáforas para o enfrentamento de medos e a tomada de decisões que pavimentam o caminho do amadurecimento. O cenário de Ronald Teixeira exibe três ambientes: o banheiro da menina, a enorme tubulação transparente que vai levá-la até o oceano e o fundo do mar, composto de tecido e tela transparentes envolvendo a protagonista e os animais marinhos. Bonecos de variados tipos e tamanhos, criados por Alexandre Guimarães, são manipulados em cena. Direção de Cacá Mourthé e Symone Strobel (60min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 17/1/2013. Galpão das Artes do Espaço Tom Jobim (100 pessoas). Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, ☎ 2274-7012. Quinta a domingo, 11h e 17h30. Grátis (qui. e sex.). Distribuição de senhas uma hora antes. R$ 40,00 (sáb. e dom.). Bilheteria: a partir das 10h (qui. a dom.). Até 3 de fevereiro.

Fonte: VEJA RIO