DIVERSÃO

Dez perguntas para Paula Fernandes

A cantora sertaneja estreia no Rio nesta sexta (30) e confessa que seu guarda-roupa é igual ao da Mônica, personagem de Maurício de Souza. Só dá corselet, e é assim que ela gosta

Por: Daniela Pessoa - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

O jeito é de menina, mas o vozerão é de mulher - e o corpo também, sempre valorizado por comprimentos curtos, transparências, decotes e corselets, sua marca registrada. "Tenho muitos, e são todos feitos sob medida para eu me sentir bem", revela Paula Fernandes. Eleita a 16ª mulher mais sexy do mundo em uma enquete promovida entre os leitores da revista VIP no ano passado, a cantora que já arrancou suspiros inclusive do rei Roberto Carlos foi também a pessoa mais acessada do Google Brasil em 2011, à frente de nomes como o meteórico Michel Teló. Em 2012, foi a vez de a mineira deixar a britânica Adele no chinelo. Sua canção Long Live, uma parceria com a americana Taylor Swift, sucesso teen, passou Someone Like You e se tornou a mais baixada na loja virtual de músicas iTunes. Paula, que lidera também a lista dos DVD?s mais vendidos no Brasil, apresenta para os cariocas pela primeira vez seu "pop rural", a partir desta sexta (30), no Citibank hall.

1 - É a sua primeira vez no Rio?

Fazendo show sim, mas já tive o privilégio de conhecer essa cidade maravilhosa antes, que já me deu tantas alegrias.

2 - Que bom! Quais alegrias?

Ah, o Rio é lindo, né? Adoro a praia da Barra, é só alegria!

3 - Ah tá, é sim. Mas uma coisa que sempre chama atenção em você é o seu visual. Tem alguma personal stylist por trás dos seus looks?

Tenho uma figurinista e também a Patrícia Nascimento, que confecciona minhas roupas mais estruturadas, como os corselets. Invisto muito nisso, é tudo personalizado para eu me sentir bem.

4 - Por falar em corselet, que você usa bastante, seu guarda-roupa é como o da Mônica, personagem dos quadrinhos de Maurício de Souza? No armário dela só tem vestidinho vermelho. E no seu, só tem corselet?

Realmente, tenho muitos (risos), mas eu diria que minhas peças preferidas são calça jeans, tênis e camiseta. Ao mesmo tempo em que procuro me sentir bem com o que estou vestindo, sei que não vou agradar todo mundo.

5 - É verdade. E você sendo assim, tão delicada e feminina, como é fazer parte de um universo que ainda é bastante dominado pelos homens, o do sertanejo?

Tem que ser a Mulher Maravilha, é preciso ter a força de dois homens. Mas acho que gostam de mim porque eu canto sobre coisas do cotidiano que muitas vezes não temos coragem de dizer senão através da música. Talvez isso faça a diferença. As pessoas se identificam com as minhas letras, especialmente as mulheres.

6 - Pois é. Você não é um galã como o Zezé Di Camargo, o Leonardo ou o Victor, de Victor & Leo, mas encantou a mulherada, né?

Sim, e eu me orgulho muito de representa-las. Agradeço por me receberem com tanto carinho, mesmo que eu não seja um rapaz bonitão.

7 - Mas você é uma mulher tão poderosa que sustenta até o Moacyr Franco, que é cantor, apresentador de TV e humorista. Como se sente? Ele declarou, dia desses, que paga as contas graças aos direitos que recebe das composições de autoria dele que você canta.

Ah! Ele é um fofo, né? Adoro o Moacyr!

8 - E se você não fosse cantora? Como faria para sustentar o Moacyr?

Se eu não fosse cantora eu certamente trabalharia com algo referente à música (risos).

9 - Então diz aí um verso que define a sua vida.

Na verdade a música marca a gente em momentos específicos, como o cheiro, mas posso dizer que os versos que mais têm a ver comigo são o das minhas próprias canções.

10 - Quais, por exemplo?

Ai, que difícil! No momento, os versos de Sensações, os de Long Live e principalmente os das músicas que estou gravando agora, todas inéditas. Elas vão sair no meu próximo CD, em maio, então ainda não posso cantar para você (risos).

Paula Fernandes. 15 anos. Citibank Hall (3?336 lugares). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra. Informações, ☎ 0300 7896846 (9h/21h). Sexta (30) e sábado (31), 22h. R$ 80,00 (mesa lateral) a R$ 280,00 (camarote). Bilheteria: 12h/20h (dom. a qui.); a partir das 12h (sex. e sáb.). Cc: todos. Cd: R e V. www.ticketsforfun.com.br. www.citibankhall.com.br.

Fonte: VEJA RIO