De braços abertos

Olhos da cidade

Novo aplicativo permite que o cidadão informe e seja informado em tempo real sobre situações de risco

Por: - Atualizado em

Sala de controle
Troca de informações feitas em tempo real entre a Prefeitura e os cidadãos ajuda na gestão de ocorrências na cidade (Foto: Divulgação/COR)

O Rio deu mais um passo para se tornar uma cidade cada vez mais inteligente e participativa: o Centro de Operações Rio (COR) acaba de lançar o aplicativo Olhos da Cidade, com o objetivo de trocar informações com a população sobre eventuais situações de risco. Pela nova plataforma, as pessoas vão poder alertar a administração municipal sobre ocorrências de chuva, vento forte, névoa, falta de energia, deslizamento de encosta, fogo, fumaça, pontos de alagamento e até sinais de trânsito que estejam com mau funcionamento. As informações compartilhadas pelos usuários servirão de alerta imediato no COR, que poderá mobilizar equipes e recursos da Prefeitura para realizar ações preventivas ou de atendimento às ocorrências de maior emergência.  

O app já está disponível para download gratuito nos sistemas operacionais Android e IOS. Pela mesma plataforma, a equipe do Centro de Operações também vai gerar informações de ocorrências e eventos, numa via de mão dupla com a população. Uma funcionalidade ainda permitirá enviar mensagens e orientações diretas e exclusivas para usuários que estejam em uma área específica da cidade.

“Sempre existe alguma coisa acontecendo em algum lugar, e o trabalho do COR começa quando sabemos desses fatos. A colaboração direta das pessoas espalhadas pela cidade é fundamental para que possamos atuar, reduzindo possíveis impactos e até mesmo o tempo de resposta a questões que podem prejudicar a rotina do cidadão”, explica Pedro Junqueira, Chefe Executivo do Centro de Operações Rio.

O aplicativo tem áreas específicas para cada funcionalidade, em um ambiente de navegação bastante intuitivo e que se resolve em poucos cliques. Para reportar uma situação ou evento, o usuário precisa tocar no símbolo “+”, que fica na parte inferior da tela, e escolher o tipo de ocorrência que deseja registrar. Em seguida, basta selecionar o ícone relacionado à situação que quer comunicar, incluir detalhes e publicar. Em “Explore”, é possível navegar no mapa e verificar as ocorrências que estão sendo reportadas. A imagem de cada ícone no mapa já indica ao usuário qual é o tipo de evento que foi reportado ao aplicativo. Ao clicar nele, o cidadão obtém outros detalhes sobre a ocorrência e pode ainda fazer comentários sobre o reporte ou compartilhá-lo em suas redes sociais.

Explore
O usuário pode navegar no mapa do aplicativo e verificar quais ocorrências estão sendo reportadas em qualquer parte da cidade (Foto: Divulgação/COR)
Reporte
Para reportar uma ocorrência, o usuário deve tocar no botão com o sinal "+" na parte de baixo do mapa (Foto: Divulgação/COR)

Usando sua conta no app, o cidadão também consegue mapear os locais que são de seu interesse e receber notificações sobre informes que forem feitos no entorno destes lugares. No menu principal, clicando na opção “Notificações”, dá pra obter a lista de ocorrências que foram reportadas por outros usuários do app, no entorno de onde ele se encontra ou na região dos locais pré-definidos como preferidos.

Câmeras
O usuário pode navegar no mapa do aplicativo e verificar quais ocorrências estão sendo reportadas em qualquer parte da cidade (Foto: Divulgação/COR)

Algumas câmeras espalhadas pelas ruas cariocas já podem ser vistas ao vivo no aplicativo. Em breve, boa parte das imagens que chegam ao COR também fará parte do acervo do app, que foi testado durante a Copa do Mundo 2014 ao monitorar a arena do Fifa Fan Fest, em Copacabana, durante os jogos do Mundial. "Buscamos atender a demanda da prefeitura em questões relacionadas ao monitoramento e otimização do funcionamento da cidade no dia a dia, em especial, e também em grandes eventos”, relata Josué Alencar, um dos idealizadores da ferramenta virtual. 

O Rio é a primeira cidade do país a testar a nova tecnologia colaborativa, desenvolvida em parceria com a empresa Liga. Por possuir perfil de administrador no aplicativo, o COR receberá as mensagens da população em uma tela exclusiva. Até o fim do ano, os ícones de reportes dos usuários vão aparecer georreferenciados no sistema de integração de dados do Centro de Operações, que ficará disponível na Sala de Controle.

Fonte: VEJA RIO