Aumento na passagem

Metrô do Rio volta a ser o mais caro do país

Depois de sofrer o segundo reajuste em onze meses, a passagem passa a valer 3,70 reais. Usuários do Bilhete Único Intermunicipal também perdem subsídio do estado

Por: Redação VEJA RIO - Atualizado em

Metrô Rio
Metrô Rio: assalto apavora frequentadores (Foto: Divulgação/Riotur)

A partir de hoje (2), a passagem do metrô do Rio passa a custar 3,70 reais. A tarifa, que se tornou a mais cara do país para o serviço, foi reajustada pela segunda vez num período de onze meses. Até então, a capital fluminense cobrava o mesmo preço de São Paulo, ou seja, 3,50 reais.

+ Carioca passa a pagar meia nos teatros da Prefeitura

Apesar de mais caro, o metrô carioca tem apenas 41 quilômetros de extensão. É quase metade do tamanho da malha paulistana que, por sua vez, congrega quase o dobro de estações: são 68 em São Paulo, contra 36 no Rio. A diferença da quantidade de passageiros transportados diariamente assusta: enquanto o metrô do Rio carrega 800 mil pessoas, São Paulo leva cerca de seis vezes mais: 4,7 milhões de viajantes.

Para completar a maré de notícias ruins, o governo do estado deixou de subsidiar parte da tarifa para usuários do Bilhete Único Intermunicipal. Antes, em vez de pagar a tarifa cheia, quem usava o cartão pagava 3,20 nas catracas do metrô. Agora, é 3,70 para todos. 

Fonte: VEJA RIO