Crescimento econômico

Mais hotéis e desenvolvimento econômico

Setor expande e assegura boa hospedagem nos grandes eventos

Por: - Atualizado em

Rede de hotéis do Rio cresce em curto prazo visando aos megaeventos
(Foto: Nelson Porto)

Capacidade hoteleira é isso aí. Hoje o Rio conta com cerca de 33 mil quartos em operação, segundo dados da Rio Negócios. Desses, cerca de 20.500 são quartos de hotelaria convencional. Os demais são albergues, pousadas, cama e café, entre outras. Cerca de 5 mil novos quartos já estão em processo de construção e outros 5 mil já estão licenciados pela prefeitura. A Associação de Hotéis do Rio (ABIH-RJ) estima que até 2016 entrem em operação, aproximadamente, 18 mil novos quartos. Estima-se que cada novo quarto de hotel gera cerca de quatro empregos, sendo um direto e três no setor de receptivo turístico."A conquista para sediar os maiores eventos esportivos mundiais representa um divisor de águas. Neste momento, o Rio incorpora definitivamente seu papel de anfitrião mundial e a hotelaria protagoniza o desenvolvimento econômico da cidade. Hoje podemos dizer, com segurança, que o desafio de ampliar a oferta de leitos já foi superado", afirma Alfredo Lopes, presidente da ABIH-RJ.Algumas novidades no setor já estão de portas abertas, como é o caso do Miramar by Windsor, na Avenida Atlântica, em Copacabana, com 201 apartamentos, um restaurante gastronômico e serviços exclusivos e personalizados. Outras, como o Solar do Rio, em Santa Teresa, abrem até a Copa do Mundo. É o "Rio, de Braços Abertos" para seus visitantes.Participe!Ajude a mudar este cenário, ao criar um legado permanente para a cidade. Acompanhe mensalmente nas páginas de Veja Rio o projeto "Com o Rio, de Braços Abertos", interaja nas redes sociais www.facebook.com/vejario e www.instagram.com/vejario, comente as matérias no site de Veja Rio e fale conosco pelo e-mail bracosabertos@abril.com.br. Poste seus conteúdos com as hashtags: #bracosabertos e #riodebracosabertos.

Fonte: VEJA RIO