Ecologia

Jacarés cercam helicóptero que realizava pouso forçado

Logo depois de sair do aeroporto de Jacarepaguá, piloto e estudante precisaram parar no Bosque da Barra, reduto natural dos curiosos jacarés de papo amarelo

Por: Cibele Reschke - Atualizado em

Bosque da Barra
(Foto: Alexandre Macieira - Riotur)

"Que pássaro esquisito é esse", teria dito um jacaré de papo amarelo aos companheiros de pântano, após presenciar um pouso emergencial de um helicóptero modelo Robinson R22, esta manhã, no Bosque da Barra. Além do susto de pousar em local inadequado, o piloto e um estudante de pilotagem que o acompanhava no voo foram cercados por um grupo de répteis e tiveram que aguardar o resgate dentro da aeronave.

+ Urbanização descontrolada ameaça jacarés nativos do Rio

Os bombeiros isolaram a área e espantaram os animais, típicos da pantanosa da Zona Oeste. O professor e o aluno tinham acabado de sair do aeroporto de Jacarepaguá para um voo de instrução operado pela Nacional Escola de Pilotagem. Ambos não apresentaram ferimentos no momento do socorro.

Só nesse bosque de 50 hectares, que é uma reserva ambiental, estima-se que vivam 40 jacarés.  Na região inteira, a estimativa ecológica é de 4 000. A espécie está ameaçada de extinção, no entanto, tem sido frequentemente encontrada em zonas urbanas no Rio, por causa da invasão dos prédios em regiões alagadas, habitat natural do bicho.  

Fonte: VEJA RIO