EXPOSIÇÕES

O Corpo à mostra

Ligados a um dos mais importantes grupos de dança do país, José Luiz Pederneiras e Fernando Velloso inauguram individuais

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

José Luiz Pederneiras/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)
Miguel Aun/Fernando Velloso/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Na semana em que o Grupo Corpo volta ao Rio com Triz, sua mais nova coreografia (leia mais na pág. 98), duas exposições de alguma forma relacionadas à prestigiada companhia de dança brasileira abrem as portas na cidade. Na quarta (6), a Almacén Galeria Gávea recebe a individual O Vermelho e o Negro, do mineiro Fernando Velloso. Cenógrafo de diversos espetáculos do Corpo, a exemplo de 21, Bach, Nazareth, Benguelê e Parabelo (essa última coreografia, aliás, também será apresentada na semana, junto com Triz), o artista exibe 25 obras sem título, de 2013, entre acrílicas sobre madeira e pinturas automotivas em chapas de aço (os preços variam de R$ 3?700,00 a R$ 35?000,00). Todas foram produzidas com os tons indicados no nome da mostra, que pegou seu nome emprestado do clássico romance do francês Stendhal. Os trabalhos evocam a geometria da arte concreta, mesclada a delicados desenhos inspirados na azulejaria luso-brasileira. A partir de domingo (10), José Luiz Pederneiras, fotógrafo oficial do Grupo Corpo e irmão do coreógrafo da trupe, Rodrigo Pederneiras, apresenta dezesseis fotografias na individual Paisagens Cromáticas, no Oi Futuro Ipanema. Com curadoria de Isabel Portella, a exposição mostra o resultado de sua pesquisa com luz artificial em imagens de detalhes indefinidos de cenários iluminados. Ampliadas, as criações ficam entre a foto e a pintura.

Fernando Velloso. Almacén Galeria Gávea. Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), loja 205, ☎ 3594-9231/9233. Segunda a sábado, 10h às 22h; domingo, 14h às 21h. Grátis. Até dia 23. A partir de quarta (6).

José Luiz Pederneiras. Oi Futuro Ipanema. Rua Visconde de Pirajá, 54, Ipanema, ☎ 3131-9333, ? General Osório. Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até 22 de dezembro. A partir de domingo (10).

Fonte: VEJA RIO