EDIÇÃO DA SEMANA

Histórias Cariocas

Fatos e curiosidades sobre o Rio de Janeiro

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

O mais rápido do mundo estará entre nós

historias-002.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Ninguém dava nada por aquele francês. Todos apostavam que Cesar Cielo brilharia na Olimpíada, na prova dos 50 metros em estilo livre, e que um ou outro americano poderia, no máximo, encostar. Mas o ouro acabou indo para o azarão Florent Manaudou, com 21s34. Ele estará no Rio no domingo (23) como atração principal do Desafio Embratel de Raia Rápida, no Parque Júlio de Lamare, no Maracanã. Trata-se de um torneio inédito no país, só com provas de ultravelocidade, ou seja, sem fazer ida e volta na piscina. Além da equipe da França, Estados Unidos e Austrália mandarão atletas. Cielo não estará presente para tentar a revanche -- o Brasil terá Bruno Fratus, Gabriel Mangabeira, Daniel Orzechowski e Felipe Lima. Veja abaixo os tempos a ser batidos e note como o nado de peito é quase seis segundos mais lento que o crawl.

Na ponta da agulha

historias-03.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Numa resistente fábrica de discos de vinil na cidade vizinha de Belford Roxo foram prensados neste mês 1 000 LPs da banda Planet Hemp, justamente os dois primeiros de sua carreira. Usuário, de 1995, e Os Cães Ladram Mas a Caravana Não Para, de 1997 (foto), chegarão às lojas (como a livraria Saraiva e o sebo Baratos da Ribeiro) em outubro, mantendo capa e contracapa originais. São bolachas pretas de 180 gramas que trazem de volta aquele som encorpado característico dos vinis. O grupo, liderado pelo rapper Marcelo D2, cria das ruas de Madureira, volta a se reunir para um show no Circo Voador no próximo dia 28. Ao produzir um álbum no velho formato, eles se juntam a outros artistas cariocas, como Jorge Ben Jor e a banda Los Hermanos, que recentemente também lançaram em acetato.

Para não ser enganado

Em ano eleitoral, principalmente nas semanas que antecedem o pleito, o que tem de candidato rindo para a gente não é brincadeira. Em cartazes, santinhos e na propaganda da TV, sobram dentes e gengivas expostos, mas pode faltar sinceridade. Por isso, vêm a calhar as dicas postadas na internet pelo dentista Marcelo Fonseca, fundador da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética, dono de badalado consultório no Leblon. Ele criou um jogo para ver quem consegue discernir os sorrisos espontâneos daqueles forçados -- confira abaixo alguns sintomas da falsidade. O desafio é uma adaptação do teste criado pelo americano Paul Ekman, que está disponível em www.mfonseca.com/sorrisoverdadeiro.

historias-05.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Memória da cidade

historias-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Nesta foto amarelada de 1972, feita no entorno da Lagoa de Marapendi, na quase intocada Barra da Tijuca, veem-se traços feitos por ancinho tomando a forma de uma espiral. A intervenção fazia parte da proposta de trabalho da artista plástica Anna Bella Geiger, hoje com 79 anos, que na época expôs essa fotografia (e outras doze) no MAM. Agora três reproduções desta imagem estão à venda: foram impressas em 60 por 40 centímetros, ganharam molduras e são representadas, na feira Art Rio, no Píer Mauá, pela galeria Aut Aut. Com 5 000 reais compra-se esta Barra que não existe mais.

De olho no futuro

historias-04.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Aí está a recém-criada logomarca do Museu do Amanhã, cuja inauguração está prevista para 2014 -- obra do argentino Andrés Clerici, esse ?olho colorido? pretende passar ideias como florescimento e irradiação. O museu futurista, em particular, e o Porto Maravilha, em geral, serão tema de um simpósio internacional, nos dias 26 e 27, sobre transformações urbanas. A recuperação dos armazéns de Puerto Madero, em Buenos Aires, e as obras olímpicas realizadas no ano passado em East London certamente estarão na pauta dos debates. O encontro será no Clube de Engenharia, no Centro, com entrada gratuita.

Fonte: VEJA RIO