EDIÇÃO DA SEMANA

Histórias Cariocas

Fatos e curiosidades sobre o Rio de Janeiro

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

Meu pequeno pônei

historias-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Em geral, grandes cavaleiros começam sua trajetória na infância ? e, por razões óbvias, não com robustos cavalos de raça, mas com animais que atingem no máximo 1,49 metro. No Pônei Clube do Brasil, o curso de equitação que atende a garotada de até 12 anos na Sociedade Hípica Brasileira, o interesse pelo esporte vem acontecendo cada vez mais cedo. Recentemente, foi preciso abrir um grupo extra para receber os interessados na turminha Baby, que contempla crianças dos 18 meses até os 3 anos. Instituídas no Rio pela amazona belga Françoise Denis, as aulas contam com monitor individual para os participantes e equipamentos de segurança. Atualmente, a classe tem trinta pequenos montadores ? e a fila de espera é de dez candidatos.

Memórias Cariocas

historias-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Nome fundamental por trás da renovação do teatro de revista, o produtor Walter Pinto (1913-1994) é o personagem central do livro Iconografia Teatral, que a atriz e pesquisadora Filomena Chiaradia lançou no início deste mês. Ao longo das décadas de 40 e 50, ele foi o responsável por dezenas de espetáculos de qualidade jamais vista até então, todos encenados em teatros na Praça Tiradentes. Em suas peças, viraram rotina os cenários e figurinos luxuosos, as grandes orquestras, a aparelhagem importada de som e luz e o maquinário de palco que permitia surpreendentes efeitos. Além disso, o produtor trabalhou com algumas das maiores estrelas da época, a exemplo de Virgínia Lane, que aparece no centro da foto em Muié Macho Sim Sinhô (1950), à frente de um enorme bolo que se abria ao fim do primeiro ato.

Trinta anos de música sob a lona

historias-03.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Uma das casas de shows mais importantes da história do Rio, o Circo Voador virou balzaquiano. Em trinta anos, o palco, que começou no Arpoador antes de migrar para a Lapa, acumulou números pujantes (veja alguns acima). Para comemorar, nos próximos vinte dias o muro externo do espaço será todo envelopado com o desenho de uma linha do tempo com seus momentos mais marcantes. No mês de setembro, a lona abrigará uma exposição com cerca de 100 fotografias e vídeos de apresentações históricas que aconteceram por lá. Por fim, em outubro, será lançado o documentário Circo Voador ? A Nave, de Tainá Menezes.

Passou do ponto

historias-04.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Previstas para começar em abril, ainda não saíram da estaca zero as obras do prédio que vai sediar a unidade carioca do Le Cordon Bleu, em Botafogo. De acordo com a Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia, responsável pelo convênio, técnicos da escola francesa de gastronomia solicitaram alterações no projeto inicial ? como a ampliação de algumas salas e equipamentos de cozinha com especificações europeias. Há discordância até quanto ao material do acabamento: os franceses pedem mármore, os brasileiros querem granito. Um novo planejamento deve ser divulgado na próxima semana. Com isso, a inauguração, que seria em fevereiro de 2013, pode ser adiada.

Casa do Saber com tecla SAP

historias-05.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Em tradução aproximada, talk of the town seria algo como ?o assunto do momento?. A expressão batiza um curso de inglês que funciona em Ipanema, cujo método é inusitado: grupos de até seis pessoas que já dominam a língua se reúnem periodicamente para debater, in English, temas de interesse geral. Para os menos falantes, há a opção de aulas em que o professor é que discorre sobre algum assunto. Variados, os tópicos passam por história, política, economia, artes, comportamento e atualidades ? até o medo que os homens têm da calvície já foi abordado.

Fonte: VEJA RIO