EDIÇÃO DA SEMANA

Histórias Cariocas

Fatos e curiosidades sobre o Rio e seus habitantes

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

VISÃO DE NAVEGANTE

historias-cariocas-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

O nome das telas deixa claro que o universo de Orlando Mollica é o Rio: Manhã de Carnaval, Ypanema, Guanabaraíba (acima), Sumarê, Contrastes Cariocas e Veranico, entre outras, estarão expostas, a partir de sexta (17), na galeria H Rocha, no Shopping Cassino Atlântico, em Copacabana. São "acrílicos aguados" que buscam mostrar às pessoas a visão que teriam se chegassem à cidade vindas do mar, como desbravadores, séculos atrás. "Sou um tamoio", diz ele, ao explicar a pegada indígena do título de suas obras, citando a tribo que um dia povoou nosso litoral.

Os sete erros da sala escura

historias-cariocas-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Não só de Porta dos Fundos vive o humor na web. Grupos como o Parafernalha (pioneiro) e o Pingo na Pia (recente) volta e meia fazem pipocar novidades na rede. Lançaram juntos, na virada do ano, praticamente na mesma semana, dois vídeos que falam de maus hábitos dos cariocas nas salas de cinema. Ambas as produções foram gravadas no Cine Joia (em Copacabana), habitual parceiro dos coletivos que munem de piadas a internet. Abaixo, tipos que viraram alvo de críticas bem-humoradas.

1 - TAGARELAS Não param de falar, comentando o filme todo

2 - PERDIDOS Chegam atrasados, procurando cadeira para se sentar

3 - FAROFEIROS Vão da pipoca aos plásticos barulhentos de abrir

4 - PROFETAS Tentam adivinhar, em voz alta, o final da trama

5 - EXIBIDOS Gostam de alardear o que está por trás de cada cena

6 - PIRATAS Ficam filmando com o celular a tela grande

7 - CONECTADOS Não desligam o smartphone e, pior, navegam

EM PRATOS LIMPOS

A maquete abaixo mostra a fachada do Ibérico, restaurante a ser aberto no mês que vem, na Rua Saturnino de Brito, no Jardim Botânico, com a meta de ampliar o estilo "sustentabilidade total" já iniciado pelo Entretapas (do mesmo dono, Antônio Alcaraz), no Humaitá. Eis alguns de seus itens "verdes": uso de energia solar, captação de água da chuva, lâmpadas de LED e madeira DOF (com "denominação de origem florestal"). A cozinha também terá um upgrade. Eles brincam dizendo que a marca da culinária será a "con-tradição" ? ou seja, servirão pratos espanhóis tradicionalíssimos, mas com pitadas de contemporaneidade.

historias-cariocas-03.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

DANÇANDO NA DISNEY

historias-cariocas-04.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Referência de dança na Barra, o Studio Betina Guelmann (há 24 anos na Praça do Ó) acaba de ser convidado para fazer uma série de apresentações nos parques da Disney World, em Orlando. Será em março, na semana do Carnaval, com coreografias que vão mostrar um mix de samba, frevo, axé e bossa nova. Trinta alunas de Betina, entre 10 e 25 anos, todas elas virtuoses do jazz, do sapateado (americano adora) e da street dance, começarão os ensaios na semana que vem e já estão com a passagem garantida. Mas há mais vagas, inclusive para crianças e jovens de outras academias de dança, é claro que sujeitos a um teste. Inscrições pelo ☎ 2493-8139.

Contra ataques

historias-cariocas-05.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Pode estar nascendo, numa fábrica do bairro de Vargem Pequena, na Zona Oeste, a solução para quem se assusta com a mera hipótese de sofrer um ataque do coração. A OrangeLife, empresa especializada em exames de diagnóstico, vem aperfeiçoando um teste que rastreia proteínas do músculo cardíaco liberadas no sangue sempre que o coração entra em sofrimento, indicando assim o iminente infarto do miocárdio. Com uma única gota de sangue numa lâmina, a amostra é digitalizada e, em minutos, o resultado chega à tela do celular. Custa 10 reais.

Fonte: VEJA RIO