MEMÓRIA DA CIDADE

Lembranças do front

A partida da FEB para a Europa, a campanha na Itália e o retorno das tropas são revividos em exposição no Forte de Copacabana

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

Fotos divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Oitenta e duas relíquias da II Guerra Mundial estão em exposição, desde o início da semana, no Forte de Copacabana. Elas integram a mostra FEB Setenta Anos, que reúne peças como capacetes, barracas, máquinas de filmar, telefones de campanha, flâmulas e uniformes usados no front italiano por integrantes da Força Expedicionária Brasileira. Também estão expostas, em banners, duas dezenas de primeiras páginas de jornais da época, que funcionam como uma linha do tempo, com manchetes em letras garrafais, como estas: "Declarada a guerra", de setembro de 1939; "Governo do Brasil reconhece o estado de beligerância com Alemanha e Itália", de agosto de 1942; "Chegam à Europa os soldados do Brasil", em julho de 1944; e "Triunfal a volta do primeiro escalão da FEB", em julho do ano seguinte ? essa última mostrando o desembarque, no Armazém 10 do Cais do Porto, de um navio que trazia centenas de pracinhas. Eles haviam deixado o país rumo ao conflito um ano antes (460 morreram em combate), estavam saudosos de parentes e amigos e, aos jornalistas, uma de suas primeiras indagações foi "como estão as nossas morenas?". A mostra vai até junho (de terça a domingo) e tem preço convidativo: adultos pagam 6 reais.

Fonte: VEJA RIO