DIVERSÃO

É de graça

Confira 22 atrações gratuitas para curtir o fim de semana

- Atualizado em

SHOWS

Tia Surica

Personagem da velha-guarda da Portela e comandante de uma tradicional feijoada mensal no Rival, a sambista faz pré-lançamento de CD e gravação de DVD no projeto Tia Surica ? Poderio de Oswaldo Cruz. O repertório, defendido com os convidados Diogo Nogueira, velha-guarda da Portela e Mariene de Castro, contempla compositores da escola, como Monarco, Aniceto, Argemiro, Alcides Malandro Histórico e nomes da nova geração, a exemplo de Marquinhos Diniz e Toninho Geraes. A direção musical do trabalho é assinada por Paulão Sete Cordas. 12 anos.

Quadra da Portela (8 000 lugares). Rua Clara Nunes, 81, Madureira, ☎?2489-6440. Domingo (29), 18h. Grátis, mediante a doação de uma lata de leite em pó ou um item de higiene pessoal.

tia-surica1.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

CONCERTOS

Marc Chiron

Instrumentista francês que já se apresentou em catedrais de sua terra natal, a exemplo de Notre-Dame, em Paris, Chiron interpreta temas natalinos no órgão da histórica igreja carioca do século XVIII.

Igreja Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé. Rua Sete de Setembro, 14, Centro, ☎?2242-7766. Sexta (27), 13h30. Grátis.

Música no Museu

O Quarteto Sol de Violões encerra a temporada de 2013 do projeto de apresentações gratuitas. No programa, obras de Pixinguinha, Ernesto Nazareth e Cedmon Alves.

Museu Histórico Nacional (200 lugares). Praça Marechal Âncora, s/nº, Centro, ☎?2550-9220. Sexta (27), 12h30. Grátis.

CRIANÇAS

Japão: Reino dos Personagens

A exposição, que já passou por países como Itália, Hungria e França, mergulha na história de personagens populares criados no Japão, a exemplo da gatinha Hello Kitty e dos monstrinhos do Pokémon. As animações, separadas por décadas, são representadas em painéis, vídeos, produtos e bonecos.

Museu Histórico Nacional. Praça Marechal Âncora, s/nº (próximo à Praça XV), Centro, ☎?2550-9220. Terça a sexta, 10h/17h30; sábado e domingo, 14h/18h. R$ 8,00 (aos domingos a entrada é grátis). A bilheteria acompanha o horário da exposição. Até 12 de janeiro.

Clubinho do Downtown

Em parceria com as companhias infantis IpaBebê e Circo Macaco Prego, o espaço, com capacidade para até noventa crianças, promove uma série de atividades no fim de semana. Estão previstas animadas oficinas de circo, bijuteria, tatuagem e recorte e colagem, além de brincadeiras de roda, aulas de música e teatro interativo. A programação é voltada para crianças de até 8 anos.

Avenida das Américas, 500 (Shopping Downtown), Barra da Tijuca, ☎?2494-7072. Sábado (28) e domingo (29), 16h/19h. Grátis.

Natal do Sítio

Na adaptação de O Sítio do Pica-pau Amarelo, a malvada Cuca pretende acabar com o Natal no sítio, se disfarçando de boa senhora para sequestrar o Papai Noel. A peça é narrada ao som de muita música e diversão repletos do clima natalino.

Santa Cruz Shopping. Rua Felipe Cardoso, 540, Santa Cruz. ☎ 2418-9400. Domingo (29), 17h.

Natal Mágico

Até 6 de janeiro, Dia de Reis, a Fundação Cesgranrio abriga em sua sede o Natal Mágico, projeto que reúne uma série de atrações para pais e filhos. O carro-chefe da programação é o Presépio Napolitano. Maior representação do gênero em cartaz na cidade, conta a história do nascimento de Jesus através de mais de 3 500 peças ? algumas, relíquias dos séculos XVIII e XIX, muitas movimentadas por engrenagens ? confeccionadas com terracota. Completam a visita uma coleção de figuras do Papai Noel, sessões de filmes infantis e a apresentação do espetáculo A Loja de Brinquedos, de sexta a domingo, às 16h.

Fundação Cesgranrio. Rua Santa Alexandrina, 1122-B, Rio Comprido, ☎?2103-9600. 13h/20h. Grátis, mediante a doação de 1 quilo de alimento não perecível. Até 6 de janeiro.

José Renato Antunes/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

EXPOSIÇÕES

Virei Viral

Principal atração do momento no CCBB, a enorme retrospectiva da artista japonesa Yayoi Kusama tem nesta mostra enxuta um ótimo complemento de programa. O tema aqui é o fenômeno dos virais ? aqueles conteúdos que, por alguma razão, despertam a irresistível vontade de compartilhar. A internet popularizou o termo, mas, como o visitante aprenderá, o conceito tem origens antigas: uma das referências históricas apresentadas é o célebre episódio em que o cineasta Orson Welles produziu uma transmissão de rádio que relatava uma fictícia invasão extraterrestre, causando pânico entre americanos em 1938. O maior interesse, porém, recai sobre materiais que ganharam o mundo pela rede de computadores. Entre dezenas de vídeos famosos exibidos, há uma reportagem sobre um garoto fumante indonésio, videoclipes de Lady Gaga e Psy, um comercial engraçado com um menino vestido de Darth Vader, registros amadores de crianças fofas, e por aí vai. Na seleção de fotos, é difícil não se deter diante da série Mamika, trabalho do francês Sacha Goldberger. Nela, o artista expõe retratos de sua avó fantasiada de super-heroína em situações absolutamente insólitas, feitos para ajudá-la a sair de uma depressão.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Quarta a segunda, 9h às 21h. Fecha na quarta (25). Grátis. Até 6 de janeiro.

✪✪✪?Afonso Tostes

O artista mineiro reconstrói, no salão principal da Casa França-Brasil, um enorme paiol que encontrou desmontado na Zona da Mata, em seu estado natal. Ferramentas utilizadas no espaço tiveram o cabo esculpido em forma de osso e também são exibidas em uma instalação. Completam o acervo uma escultura e um site-specific.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h. Fecha na terça (24) e na quarta (25). Grátis. Até 16 de fevereiro.

Amilcar de Castro

Parte do acervo do instituto que leva o nome do artista em Nova Lima, Minas Gerais, treze obras são exibidas pela primeira vez no Rio. A seleção inclui raridades, a exemplo de dois dos apenas quinze desenhos em tela da série Linhas. Duas esculturas de aço corten, tipo de obra que se tornou uma marca de Amilcar de Castro (1920-2002), dividem o espaço com oito peças de madeira. A partir de R$ 115 000,00.

Galeria Silvia Cintra + Box 4. Rua das Acácias, 104, Gávea, ☎ 2521-0426. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 12h às 18h. Fecha de terça (24) a 1º de janeiro. Grátis. Até 10 de janeiro.

Cavalcante

Em sua primeira retrospectiva, o caricaturista tem 114 trabalhos reunidos. Dilma Rousseff, Manuel Bandeira e Romário são algumas das personalidades retratadas. Pinturas e esboços inéditos também estão na seleção.

Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 2219-8474, ? Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. Fecha na terça (24) e na quarta (25). Grátis. Até 9 de março.

Elifas Andreato

Criador da arte do álbum Vinicius e Toquinho, de 1975, Andreato homenageia uma das estrelas daquele disco: o centenário poeta Vinicius de Moraes. Toquinho, Chico Buarque, Paulinho da Viola e Martinho da Vila são alguns dos catorze músicos convidados por ele para participar da mostra. Eles criaram composições inéditas inspiradas no poema O Haver, do homena­geado, e fizeram, junto com o artista, pinturas em exibição.

Caixa Cultural ? Galeria 4. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Fecha na terça (24) e na quarta (25). Grátis. Até 6 de janeiro.

Estela Sokol

Em Gelatina, a paulistana apresenta treze trabalhos da série que dá nome à mostra, nos quais estica e sobrepõe lâminas de PVC coloridas, opacas e translúcidas, sobre chassis de madeira, criando efeitos cromáticos. Completa a seleção a escultura Meio-Fio, de placas de mármore. R$ 21 000,00 a R$ 57 000,00.

Anita Schwartz Galeria de Arte. Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea, ☎ 2274-3873 e 2540-6446. → Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 12h às 18h. Fecha na terça (24) e na quarta (25). Grátis. Até 15 de janeiro.

✪✪✪?Floriano Romano

Conhecido por combinar instalações, performances e sons, o artista exibe oito obras sonoras, sete delas inéditas, e uma seleção de desenhos feitos com fita isolante sobre papel, reunidas na mostra Sonar.

Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017. Terça a domingo, 13h às 21h. Fecha na terça (24). Grátis. Até 9 de março.

Gustavo Acosta

Espaço do Silêncio é a maior individual já realizada no Brasil do pintor cubano radicado em Miami. Com 74 obras, propõe um diálogo entre as produções mais recentes e os primeiros passos do artista.

Caixa Cultural ? Galerias 2 e 3. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Fecha na terça (24) e na quarta (25). Grátis. Até 5 de janeiro.

Milton Guran

O fotógrafo e antropólogo apresenta cinquenta imagens em preto e branco, vinte delas inéditas, de tribos indígenas espalhadas pelo Brasil. Muitas das fotografias revelam a presença da cultura do "homem branco" ? caso de uma produzida em 1991, enquadrando um grupo de crianças ianomâmis, uma delas calçando chinelos de borracha, diante de um rádio.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. Terça a domingo, 12h às 19h. Fecha na terça (24) e na quarta (25). Grátis. Até 14 de janeiro.

Pablo Ferretti

Questões ligadas à memória, impermanência e diluição perpassam os dez óleos que o artista gaúcho apresenta em Sob as Coisas Vistas no Céu. Também no Centro Hélio Oiticica, Zé Carlos Garcia, natural de Aracaju, exibe uma escultura monumental.

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Rua Luís de Camões, 68, Centro, ☎ 2232-4213 e 2242-1012. Segunda a sexta, 12h às 20h; sábado, domingo e feriados, 11h às 17h. Fecha na terça (24) e na quarta (25). Grátis. Até 19 de janeiro.

Ponto de Vista ? Coleção Rico Lins de Cartazes Contemporâneos

Mais de setenta exemplares da coleção de cartazes do designer Rico Lins compõem a mostra. Há obras de países como França, Alemanha, Polônia, Cuba, Japão, Suíça, Estados Unidos, Itália, Espanha e Holanda. Um dos destaques é uma série sobre direitos humanos, criada em 1989 para celebrar os 200 anos da Revolução Francesa.

Caixa Cultural ? Galeria 1. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Fecha na terça (24) e na quarta (25). Grátis. Até 19 de janeiro.

✪✪✪?Tacita Dean

Integrante do grupo Young British Artists, do qual emergiram gigantes como Damien Hirst e Tracey Emin, a artista inglesa apresenta A Medida das Coisas, sua primeira individual na América Latina. Lá estão quinze obras, a maioria no suporte pelo qual se notabilizou: filmes de 16 e 35 milímetros. Geralmente produzidos com a câmera estática, diante de cenas prosaicas, de ritmo lento, quando não repetitivo, os trabalhos sugerem uma nova experiência temporal, mais contemplativa.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. Terça a domingo, 11h às 20h. Fecha na terça (24) e na quarta (25). Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 26 de janeiro.

Tomie Ohtake ? Correspondências

Estrela de uma individual no Museu de Arte do Rio, a artista também está no centro desta mostra. Agora, 28 de seus trabalhos dividem o espaço com 56 criações de outros artistas, promovendo um diálogo entre eles. No grupo estão nomes como Carmela Gross, Cildo Meireles, Leda Catunda, Waltercio Caldas e Claudia Andujar.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. Terça a domingo, 12h às 19h. Fecha na terça (24) e na quarta (25). Grátis. Até 9 de fevereiro.

Willys de Castro

Um dos maiores nomes da abstração geométrica no Brasil ganha curiosa exposição: em vez de obras completas, é apresentada uma espécie de arqueologia do seu ateliê, revelando esboços, estudos, notas, fotos, artigos de jornal e demais itens. Outra mostra na mesma linha, dedicada ao carioca Sergio Camargo, ocupa a instituição. O programa no Paço conta com mais quatro individuais: de Mariana Manhães, Wilma Martins, Vicente de Mello e Rogerio Luz.

Paço Imperial. Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. Terça a domingo, 12h às 18h. Fecha na terça (24) e na quarta (25). Grátis. Até 16 de fevereiro.

✪✪✪✪?Yayoi Kusama

A mais festejada artista contemporânea do Japão apresenta sua primeira individual no Brasil, Obsessão Infinita. O panorama reúne cerca de 100 obras produzidas desde o fim da década de 40, nos mais variados suportes ? a maioria com as bolas que se tornaram marca visual de Yayoi. Sobres­saem instalações como Infinity Mirror Room ? Phalli?s Field (or Floor Show), de 1965, sala com paredes de espelhos e o chão repleto de objetos fálicos.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. Fecha na terça (24) e na quarta (25). Grátis. Até 26 de janeiro.

Fonte: VEJA RIO