NEGÓCIO

Quinze dicas para comprar seu imóvel

Na lista abaixo você vai encontrar quinze recomendações dos supercorretores cariocas para quem está planejando comprar ou trocar de casa

- Atualizado em

carreirahomeopcao3.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

1) Antes de ir ao mercado, avalie suas necessidades e preferências quanto ao tipo de empreendimento: casa ou apartamento? Defina principalmente quanto pretende e pode gastar com a compra deste imóvel.

2) Escolha a região onde pretende morar. Pense sempre em no mínimo três opções e classifique-as em ordem de preferência. Leve em consideração a estrutura de serviços do local: colégios, transportes, hospitais, supermercados, etc.

3) Como você pretende pagar o imóvel? Tenha essa resposta antes de buscar a casa ou apartamento ideal. Faça as contas de suas disponibilidades financeiras, assim como recursos como o FGTS.

4) Imóvel em lançamento, pronto ou usado? Lembre-se que lançamentos costumam dar uma folga maior no pagamento: geralmente são 30 meses para pagar 20% do valor do imóvel, podendo financiar o saldo restante. No caso de imóveis prontos ou usados, o valor pedido como entrada costuma ser maior - entre 40 a 50% do preço do total.

5) É hora de buscar um profissional para te auxiliar nesta empreitada. Dê preferência a um corretor que conheça a região onde você deseja morar e seja credenciado.

6) Vá aos empreendimentos de dia e principalmente à noite, para conhecer o entorno e as opções de serviços na área.

7) Se você acredita ter encontrado o imóvel dos seus sonhos, peça todas as informações que julgar necessárias. É neste momento que você deve solicitar os dados sobre a empresa que executa a obra, no caso de um imóvel comprado na planta.

8) Pergunte sobre o prazo de entrega e avalie se este prazo o atende, mas leve em consideração o que as empresas chamam de ?carência pelo atraso?, que estipula e prevê a entrega em até 180 dias após a data inicialmente prevista.

9) Conhecido o empreendimento, é hora da parte burocrática. Peça toda a documentação: cópia do registro do memorial de incorporação e a minuta do contrato de promessa de compra e venda. Submeta esses documentos à análise de um advogado de sua confiança.

10) Antes de assinar a promessa de compra de venda, certifique-se de que tudo o que o corretor está vendendo esteja incluído por escrito no memorial descritivo, tanto da unidade tipo quanto da área comum. É nele que devem constar os acabamentos que serão utilizados no empreendimento, seja no imóvel ou nas áreas comuns.

11) Procure uma região que esteja em ascensão. Localidades da Zona Oeste, como Curicica, Jacarepaguá e Recreio, estão crescendo muito, e devem se valorizar ainda mais com a proximidade dos Jogos Olímpicos e com a construção de vias como a Transcarioca e a Transoeste.

12) Escolha um local que seja bom para morar, mas também em que a liquidez seja muito grande e você venda facilmente.

13) Verifique o histórico e o portfolio da construtora. Peça ao corretor referências sobre o trabalho daquela construtora. Cheque se os empreendimentos foram entregues na data e se ela deixou de entregar algum. Visite obras já realizadas e lançadas pela empresa contratada.

14) Certifique-se de que você poderá arcar os custos fixos que o imóvel vai trazer. No caso de apartamentos, a taxa do condomínio já deverá ser paga a partir do momento em que o cliente quita o apartamento ou quando é confirmada a liberação do financiamento pela instituição financeira escolhida.

15) Dê preferência a empreendimentos com vários blocos de edifícios. Quando o número de condôminos é maior, os gastos são diluídos entre mais pessoas e a taxa tende a ser mais acessível.

Os supercorretores: elite de profissionais do ramo imobiliário carioca recebe mais de 100 000 reais em comissões

Você já usou alguma outra dica na hora de comprar seu imóvel? Compartilhe aqui!

Fonte: VEJA RIO