ROTEIRO DA SEMANA

Crianças

Por: Bruna Talarico - Atualizado em

CINEMA

✪✪✪ A ERA DO GELO 4. Cópias dubladas e em 3D.

✪✪✪ VALENTE. Cópias dubladas e em 3D.

OUTBACK, UMA GALERA ANIMAL. Cópias dubladas em 3D.

ESPECIAL

BRINCANDO DE ORQUESTRA. Criador do programa Blim-Blem-Blom, transmitido pela Rádio MEC FM aos sábados, ao meio-dia, e voltado para as crianças, o músico Tim Rescala dedicou, ao longo da carreira, parte do seu repertório ao público infantil. Este espetáculo, encenado em 1999, volta ao palco para ganhar registro em DVD. Em cena, é contada a história de Bernardo (João Pedro Zappa), João (Izak Dahora) e Isabela (Julia Stockler). Quando têm de produzir um trabalho escolar sobre uma orquestra sinfônica, os meninos pedem ajuda ao tio Heitor (Marino Rocha), personagem que homenageia o maestro Villa-Lobos. O trio passa a conhecer, então, o mundo da música clássica ao assistir a um ensaio no Teatro Municipal. Ao vivo, Rescala conduz a Orquestra Petrobras Sinfônica nesta aula para os pequenos do palco e da plateia. Direção cênica de Tania Henrique da Costa. Teatro Carlos Gomes (685 lugares). Praça Tiradentes, s/nº, Centro, ☎ 2232-8701, ? Carioca. Sexta (24), 14h30. Grátis.

CIRANDA DE TAPETES. Lendas e contos do folclore brasileiro e da cultura popular de outros países abastecem o repertório do Grupo Costurando Histórias, comandado por Daniela Fossaluza. O espetáculo faz parte da programação dos dez anos do Centro de Referência Cultura Infância -- Teatro do Jockey. Após a encenação propriamente dita, as crianças são convidadas a brincar com quinze tapetes repletos de cenários e personagens, usados para dar vida a tramas como Monstros à Brasileira, A Lenda da Noite, A Lenda da Iara e Negrinho do Pastoreio (45 min de histórias e 30 min de brincadeira com os tapetes). Centro de Referência Cultura Infância -- Teatro do Jockey (150 lugares). Estreou em 4/8/2012. Rua Bartolomeu Mitre, 1110, Gávea, ☎ 3114-1286. Sábado e domingo, 16h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Estac. na Rua Mário Ribeiro, 410 (R$ 4,00 a hora). Até este domingo (19).

TEATRO DE ANIMAÇÃO -- OS BONECOS PEDEM PASSAGEM. O grupo Bonecos em Ação é responsável pelo projeto de ocupação do Teatro Duse, em Santa Teresa, com atividades para todas as faixas etárias. Para as crianças, no sábado (25) e no domingo (26), às 11h, será apresentado o espetáculo Cabe na Mala, com a Cia. Viva de Nova Friburgo. A obra, interativa, é protagonizada pelo ator Patrick Nogueira e remete aos circos mambembes do interior do Brasil, com números de malabarismo, equilibrismo, magia cômica e pantomimas. A música é tocada ao vivo por Norma Nogueira (sanfona) e Paulo Dali (violino). No foyer, a companhia As Caixeiras apresenta o espetáculo Coisas de Mulher. Teatro Duse (100 lugares). Rua Hermenegildo de Barros, 161, Santa Teresa, ☎ 3233-1306. Sábado (25) e domingo (26), 11h. Grátis.

TEATRO

✪✪✪ ALADIM, de Cláudio Figueira. Autor, diretor e coreógrafo de musicais infantis com vasto currículo, Figueira aposta pela primeira vez em uma adaptação -- no caso, de uma história da coletânea árabe As Mil e Uma Noites. A inspiração mais evidente é o longa de animação Alad-din (1991), dos estúdios Disney, mas o que poderia ser uma transposição preguiçosa reserva boas surpresas. A trilha sonora abriga composições feitas para o musical, não versões para os temas da Disney, e todas são defendidas a contento. Vivido por Marcelo Torreão, o gênio é uma atração à parte, distribuindo cacos que provocam gargalhadas. Com Thadeu Torres (Aladim) e Daniele Falcone (princesa Jasmine). Direção do autor e de Carlos Artur Thiré (55min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 28/1/2012. Teatro Vannucci (400 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7246. Sábado e domingo, 18h30. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h30 (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 28 de outubro.

✪✪✪✪ ALGUMAS AVENTURAS DAS 20000 LÉGUAS SUBMARINAS, texto de Fátima Valença sobre a obra de Júlio Verne (1828-1905). Leia em Veja Rio Recomenda. Adaptação e direção de Antonio Carlos Bernardes (60min). Rec. a partir de 7 anos. Estreou em 11/8/2012. Teatro Oi Casa Grande (950 lugares). Avenida Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon, ☎ 2511-0800. Sábado e domingo, 16h. R$ 60,00 a R$ 70,00. Bilheteria: 15h/20h (ter. e qua.); 15h/21h30 (qui. e sex.); a partir das 12h (sáb. e dom.). IC. Cc: todos. Cd: todos. Estac. no Shopping Leblon (R$ 3,00 a primeira meia hora). Até 30 de setembro.

ANTES QUE O GALO CANTE. Com dezesseis anos de atuação, a companhia Os Ciclomáticos ocupa o centro cultural em Santa Teresa nos domingos de agosto. A trupe encena a fábula sobre o amor impossível entre uma gata (Nivea Nascimento) e um sabiá (Getulio Nascimento). Escrito por Ribamar Ribeiro e Fabíola Rodrigues, o texto é livremente inspirado em Romeu e Julieta, de Shakespeare. Trilha sonora de Caíque Botkay e Ricardo Silva. Direção de Carla Meirelles (60min). Rec. a partir de 6 anos. Parque das Ruínas (75 lugares). Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa, ☎ 2224-3922. Domingo, 11h. Grátis. Até domingo (26).

AS AVENTURAS DE PEDRO MALASARTES, de Solange Lima. Tipo folclórico da Península Ibérica, o personagem dado a mil artimanhas adaptou-se bem aos enredos de causos brasileiros. Pedro volta ao palco em montagem de Dinho Valladares, que já havia dirigido o espetáculo em 2008. Agora, o moleque arteiro (Matheus Martinely) ganha versão mais contemporânea. A trama, no entanto, permanece a mesma: fugindo de uma confusão que aprontou, o protagonista conhece e torna-se amigo de Maria Linda de Morrê (Elisa D´Oliveira), moça bonita e boa, e seu noivo, Severino Bill (Rafael Naves). Eles encontram Mara Feia Pra Caramba (Raianny Rodrigues), uma mulher de coração partido e incapaz de suportar a felicidade entre casais, que lança um feitiço sobre os apaixonados. Cabe, então, a Pedro Malasartes desfazer a confusão. Com nove músicas inéditas, compostas por Sérgio Cleto, a peça se desenvolve nos moldes de um musical (50min). Rec. a partir de 2 anos. Estreou em 11/8/2012. Sede da Cia. de Teatro Contemporâneo Teatro I (100 lugares). Rua Conde de Irajá, 253, Botafogo, ☎ 2537-5204. Sábado e domingo, 17h30. R$ 30,00. Até 21 de outubro.

BAGUNÇA NO ZOOLÓGICO, de Cláudio Figueira. Um dos grandes sucessos da carreira do autor (responsável também pelo texto de Aladim, em cartaz no Teatro Vannucci), o espetáculo da companhia Só de Sapato, que estreou em 2009, volta ao circuito. Na história, um trio de pinguins disputa uma corrida, mas pega a correnteza errada e vai parar em um zoológico. Os ingênuos Pingo (Marcelo Klein) e Gota (Rodrigo Souza) caem nas graças das patas Pataqui (Sara Marques) e Patacolá (Martina Blink e Cristiana Pompeo, revezando-se ao longo da temporada). Enquanto isso, o marrento Tocha (Carlos Viegas) faz amizade com o pavão Nicolau (André Lemos). Uma confusão se arma até a chegada da jovem Aline (Marina Motta) e da girafa Abrileia (Simone Centurione e Teka Balluthy, também se alternando). Direção do autor e de Carlos Artur Thiré (60min). Rec. a partir de 1 ano. Reestreou em 14/7/2012. Teatro das Artes (457 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 17h. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Cc: M e V. Cd: R e V. IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 30 de setembro.

✪✪✪ HISTÓRIA DE LENÇOS E VENTOS, de Ilo Krugli. Um dos grupos de teatro infantil mais importantes do país, com Krugli entre seus fundadores, o Ventoforte tem sua primeira peça, de 1974, remontada pela Cia. Guerreiro. A trama se desenvolve como um teatro de fantoches proposto por um grupo de crianças em um quintal. Do varal e de objetos do cotidiano saem os singelos e criativos personagens. A protagonista da história é Azulzinha do Quintal (Anna Machado), um lenço azul com espírito aventureiro que foge graças ao vento da madrugada, metáfora para a liberdade. Desprotegida, acaba sendo levada para uma cidade fria e monótona governada pelo Rei Metal Mau (Ipojucan Dias), que quer casar com ela. Cabe, então, ao Papel de Jornal (Jorge Farjalla) resgatá-la. Sem muitos recursos de apoio, a obra se vale da imaginação do público e da constante interação para levar adiante a simpática história. Leandro Finotti (flauta) e Breno dos Reis (violão) escoltam o elenco, tocando ao vivo. As músicas são de Krugli e Caique Botkay, outro dos fundadores do Ventoforte. Direção de Jorge Farjalla (45min). Estreou em 14/7/2012. Rec. a partir 3 de anos. Sesc Rio Casa da Gávea (80 lugares). Praça Santos Dumont, 116, Gávea, ☎ 2239-3511. Sábado e domingo, 16h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 13h30 (sáb. e dom.). Até domingo (26).

✪✪✪ JOAQUIM E AS ESTRELAS, de Renata Mizrahi. Contemplada com o Prêmio Zilka Salaberry 2010 de melhor texto, a peça conta a história de Joaquim (João Velho). Apaixonado pelas estrelas, o menino entra em pânico quando descobre que elas decidiram parar de brilhar porque ninguém mais olha para o céu. Para reverter a situação, ele recebe a ajuda dos amigos de escola. O entrosado elenco das temporadas anteriores teve uma substituição: no papel de Regininha, melhor amiga do protagonista, Patrícia Ubeda entra no lugar de Elisa Pinheiro. O cenário de Doris Rollemberg é simples, mas engenhoso. A mudança de lugar dos elementos do palco materializa ambientes como a sala de aula, a rua, o quarto do protagonista e até o céu. Direção de Diego Molina (55min). Rec. a partir de 5 anos. Reestreou em 11/8/2012. Imperator -- Centro Cultural João Nogueira (607 lugares). Rua Dias da Cruz, 170, Méier, ☎ 2596-1090. Sábado e domingo, 16h. R$ 25,00. Bilheteria: 14h/20h (ter. a sex.); a partir das 10h (sáb. e dom.). Até domingo (26).

✪✪✪ LEONARDO -- O PEQUENO GÊNIO DA VINCI, de Ivan Fernandes. Paulo Mathias Jr. interpreta o gênio renascentista Leonardo da Vinci na infância. Amigo dos pássaros, o menino sonha em construir uma máquina de voar. Por essas e outras, é considerado um excêntrico pelo pai, Dom Pietro (Claudio Amado), e pelos moradores do vilarejo onde vive. O único que parece entendê-lo é um mercador, que pretende levar o garoto para Florença, onde ele poderá desenvolver seus talentos. Mathias Jr. lidera com muito carisma o divertido elenco, que se vale de bonecos e máscaras para valorizar a montagem. Direção do autor (60min). Rec. a partir de 5 anos. Reestreou em 4/8/2012. Teatro Maria Clara Machado (128 lugares). Avenida Padre Leonel Franca, 240 (Planetário da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7722. → Sábado e domingo, 16h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Estac. (R$ 10,00). Até 16 de setembro.

✪✪✪✪ MAROQUINHAS FRU-FRU, de Maria Clara Machado. A peça foi encenada pela primeira vez em 1961, em comemoração dos dez anos do Tablado, escola de teatro criada por Maria Clara (1921-2001). Agora, volta à cena em divertida montagem. Na trama, fiel ao texto original, a bela Maroquinhas (Diana Herzog, encantadora) vence um concurso de melhor bolo da cidade. Ela ganha, como prêmio, um colar de pérolas, provocando a inveja das concorrentes. Em meio a várias intrigas, a joia acaba sendo roubada, o que transforma as cozinheiras derrotadas em suspeitas. A produção é bem cuidada, dos cenários aos figurinos, tudo valorizado pela luz de Jorginho de Carvalho, e o elenco mostra entrosamento e tempo de humor. Os destaques individuais são Fernando Melvin, no papel do guarda Damião, que não esconde seu amor por Maroquinhas, e Catarina Abdalla, impagável como Dona Bolandina, uma das participantes do concurso. Direção de José Lavigne (60min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 12/5/2012. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até domingo (26).

✪✪✪✪ A MENINA E O VENTO, de Maria Clara Machado (1921-2001). Montado pela primeira vez em 1963, o clássico foi escolhido para celebrar oficialmente os sessenta anos do Tablado, teatro-escola fundado por Maria Clara (completados, na verdade, em 2011). Boa parte do elenco é formada por profissionais egressos da escola dos doze atores, oito fizeram aulas por lá. André Mattos, figura conhecida da televisão e do cinema, interpreta o Vento. É com ele que a menina Maria (Isabella Dionísio) estabelece uma grande amizade, enfrentando a desconfiança dos adultos. Clímax da história, a cena da garota voando pelos céus nas costas do amigo foi apresentada em 1963 através do pioneiro uso de slides. Desta vez, a viagem é projetada em 3D, com direito a óculos distribuídos para a plateia. Direção de Cacá Mourthé (60min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 30/6/2012. O Tablado (147 lugares). Avenida Lineu de Paula Machado, 795, Lagoa, ☎ 2294-7847. Sábado e domingo, 17h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). IC. Até 16 de dezembro.

✪✪✪ O PATINHO FEIO, adaptação de Maria Clara Machado. Ao longo do segundo semestre de 2011, a montagem do clássico de Hans Christian Andersen teve casa cheia em dois teatros cariocas. Substituindo George Sauma, ator principal no ano passado, Eduardo Rios mantém o bom desempenho. Rios, como seu antecessor, é egresso do Tablado, escola fundada pela autora Maria Clara Machado (1921-2001). A bela trilha sonora, cantada sobre uma base pré-gravada, é do maestro John Neschling, ex-regente da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. Cenário e figurinos de Clivia Cohen merecem menção pelo capricho. Direção de Bernardo Jablonski (1952-2011) e Fabiana Valor (60min). Rec. a partir de 2 anos. Reestreou em 9/6/2012. Teatro Miguel Falabella (456 lugares). Avenida Dom Helder Câmara, 5332 (NorteShopping), Cachambi, ☎ 2595-8245. Sábado e domingo, 16h. R$ 40,00. Bilheteria: 14h/21h (ter. a dom.). Estac. (R$ 4,50 por quatro horas). Até 9 de setembro.

✪✪✪✪ RAPUNZEL, de Jacob (1785-1863) e Wilhelm (1786-1859) Grimm. Na adorável adaptação de Leonardo Simões, quem dá os rumos da trama é a doméstica Celestina (Ana Moura) -- ela também interpreta, graças ao versátil figurino feito em camadas, a feiticeira que cria e aprisiona Rapunzel (Melissa Prado). A encenação, uma história contada de forma envolvente, mantém o público atento todo o tempo. Um dos trunfos da peça é o criativo cenário de Ney Madeira, repleto de utensílios como vassouras, baldes e panos que desempenham, na trama, diversas funções. Esfregões presos em um cabideiro ganham vida como os grandes espinheiros que guardam a torre onde vive a protagonista. O cavalo de pau montado pelo príncipe (Pedro Maia) tem rédeas feitas de fios de telefone, além de pregadores e outros objetos domésticos de fácil identificação. É por esse ambiente fascinante que passeiam Rapunzel, a moçoila de longas tranças, e Rodrigo, seu salvador. Os atores soltam, com propriedade, a voz ao vivo, escoltados pela atriz-violonista Júlia Ludolf. O repertório vai de canções infantis, como Se Essa Rua Fosse Minha e Tô Presa por um Cordão, a composições populares, a exemplo de Canta Coração e Canção da Despedida, ambas de Geraldo Azevedo (60min). Rec. a partir de 2 anos. Reestreou em 14/7/2012. Theatro Net Rio -- Sala Paulo Pontes (100 lugares). Rua Siqueira Campos, 143, sobreloja (Shopping Cidade Copacabana), Copacabana, ☎ 2147-8060 e 2148-8060, ? Siqueira Campos. Sábado, 15h; domingo, 11h e 15h. R$ 20,00 (domingo, 11h) e R$ 50,00 (sábado e domingo, 15h). Bilheteria: a partir das 10h (sáb. e dom.). IR. Até 2 de setembro.

✪✪✪ O REI LEÃO II -- O CICLO DA VIDA CONTINUA, adaptação de Neide Lira. Montagem da Golfinho Produções Infantis, responsável pela versão para os palcos do longa animado O Rei Leão (1994), da Disney, o espetáculo tem cenário grandioso e caracterizações deslumbrantes dos animais da floresta. O elenco de voz afinada -- todas as músicas são cantadas ao vivo, com o apoio de uma banda de quatro integrantes no próprio palco, também responsável pela música incidental -- anima as crianças a cada número cantado. Protagonista da história anterior, o leão Simba (Giuliano Candiago) agora é o rei da floresta, seguindo o legado de seu pai. Assim como ele próprio na infância, sua filha Kiara (Giselle Prates) é rebelde e acaba se envolvendo com Kovu (Vinicius Dall Olivo), um dos felinos exilados do reino. As atuações, em especial do núcleo mau da trama (Mareliz Rodrigues faz uma excelente Zira), convencem. Mas, enquanto Tathi Lopes dá vida de maneira irreverente e graciosa a Zazu, a ave conselheira, a pequena Giulia Costa, que vive a princesa Kiara na infância, não demonstra a mesma desenvoltura no palco. Nada, no entanto, que atrapalhe a sessão de divertimento sem maiores pretensões. Direção de Gustavo Barchilon (60min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 14/7/2012. Teatro Fashion Mall -- Sala 1 (470 lugares). Estrada da Gávea, 899, São Conrado, ☎ 2422-9800. → Sábado e domingo, 17h. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. Estac. (R$ 8,00 por duas horas). Até dia 29.

✪✪✪ SURILÉA MÃE-MONSTRINHA, inspirado no livro homônimo de Lia Zatz. Suriléa (Virginia Maria) é mãe das irmãs Margarida (Raquel Penner) e Violeta (Melissa Prado), que passam o tempo na conhecida disputa por atenção e predileção da matriarca. Em cenário inventivo de Patrícia Delvaux e Nívea Faso, painéis metalizados ganham ímãs que reproduzem elementos da mobília e, assim, transformam-se de acordo com o enredo sem muitas fantasias, mais centrado nas agruras da vida moderna. Diante dos múltiplos papéis desempenhados em sua rotina, Suriléa sucumbe ao cansaço. É quando passa a contar com seu reflexo (Ana Moura), que sai do espelho -- daí os quatro braços, as quatro pernas e as duas cabeças que justificam o termo mãe monstrinha -- para dividir com a protagonista os cuidados com as rebentas e, também, ensiná-la a tomar as rédeas da própria vida. O elenco canta ao vivo, apoiado por gravações dos músicos Sonia Nogueira (violinista) e Luciano Vaz (violoncelo) -- ele também divide a direção musical com Carol Futuro. Adaptação e direção de Leonardo Simões (50min). Rec. a partir de 5 anos. Estreou em 11/8/2012. Theatro Net Rio -- Sala Paulo Pontes (100 lugares). Rua Siqueira Campos, 143, sobreloja (Shopping Cidade Copacabana), Copacabana, ☎ 2147-8060 e 2148-8060, ? Siqueira Campos. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 10h (sáb. e dom.). IR. Até 9 de setembro.

O TESOURO ENCANTADO - UMA AVENTURA PELOS CONTOS DE FADAS, de Lucianna Martins e Dharck Tavares. O musical conta a história dos irmãos João (Rodrigo Moura) e Maria (Jessica Maximo), que se perdem na floresta em um passeio com um grupo de escoteiros. Neste cenário, a dupla encontra conhecidos personagens saídos de contos de fadas, como Peter Pan, Branca de Neve, Pinóquio, a Bela e a Fera. Em cena, nove atores e dois bailarinos interpretam trinta personagens. As canções, inéditas e compostas por Bruno Camurati, Thiago Garcia e Thati Lopes, são interpretadas ao vivo, sempre com coreografias de Carlos Fontinelle. Direção da autora (60min). Rec. a partir de 2 anos. Estreou em 23/7/2012. Teatro dos Grandes Atores -- Sala Azul (396 lugares). Avenida das Américas, 3555, Barra, ☎ 3325-1645. Sábado e domingo, 17h. R$ 40,00. Bilheteria: 13h/20h (ter. a dom.). Até 26 de agosto.

Fonte: VEJA RIO