solidariedade

Com estoque baixo, Hemorio convoca cariocas a doarem sangue

Doações tiveram queda de 40% no feriado e acidente com ônibus em Paraty agravou a situação

Por: Redação VEJA RIO

Doação de sangue
Hemorio convoca a população a doar sangue (Foto: Reprodução)

O Hemorio acaba de fazer um apelo à população para que compareça à unidade para a doação de sangue. Com o feriado prolongado, a instituição registrou uma queda de 40% nas doações voluntárias, deixando baixo o estoque do banco de sangue. A situação se agravou devido ao trágico acidente com um ônibus, ocorrido na manhã de domingo (6), em Paraty, que deixou 66 pessoas feridas e quinze mortos. A unidade já enviou bolsas disponíveis do seu estoque para os hospitais de Angra dos Reis, para onde a maioria dos feridos em estado grave foi transferida.

+ 18 dicas simples para ter uma vida mais saudável

No domingo (6), o Hemorio registrou 44 coletas e, até às 11h desta segunda (7), feriado da Independência, apenas 27 bolsas haviam sido doadas – número considerado muito baixo. O Hemorio é o hemocentro coordenador do Estado do Rio de Janeiro, que distribui sangue para aproximadamente 180 serviços públicos de saúde, incluindo as grandes emergências como a dos hospitais Getúlio Vargas, Souza Aguiar e Miguel Couto, além de maternidades e UTI’s neonatais.  A unidade funciona todos os dias, de 7h às 18h, incluindo sábados, domingos e feriados, na Rua Frei Caneca, 8, Centro. 

Quem pode doar sangue

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos (incompletos), pesar mais de 50kg, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens entre 16 e 17 anos podem realizar a doação mediante consentimento formal do responsável legal. O termo de autorização está disponível no site do Hemorio e deve ser entregue junto com uma cópia autenticada da identidade do mesmo responsável. Não é necessário estar em jejum, apenas evitar a ingestão de alimentos gordurosos nas 4 horas que antecedem a doação e de álcool nas últimas 12 horas.

Fonte: VEJA RIO