crime na estrada

Caminhoneiro grava PMs cobrando propina em estrada do Rio

Vídeo foi feito no último domingo (17), no Arco Metropolitano, e postado nas redes sociais

Por: Redação VEJA RIO

PMs cobram 200 reais
PMs cobram R$ 200 de propina a motorista de caminhão (Foto: Reprodução Internet)

Um caminhoneiro postou nas redes sociais, nesta segunda (18), policiais do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), unidade da PM do Rio de Janeiro, cobrando propina para que seu veículo não fosse autuado após ser parado no Arco Metropolino – rodovia que liga as principais estradas de acesso ao Rio. O vídeo, gravado no último domingo (17), mostra os policiais recebendo R$ 200 das mãos do motorista, que grava toda a ação com o aparelho celular.

+ Pedágio na Ponte cai de R$ 5,20 para R$ 3,70 a partir de junho

De acordo com o condutor, os PMs exigiram o dinheiro para que o veículo não levado para o pátio da corporação, já que estava sem os documentos do veículo e apenas com um Boletim de Ocorrência que registrava a perda:"Aí, Polícia Rodoviária do Rio de Janeiro pegou eu e mais outro de troco aí. Duzentos contos eles querem para liberar o caminhão. Motivo: perdi os documentos, registrei o boletim de ocorrência e eles não aceitam aí, querem levar para o pátio. Taí, o povo que tem que cuidar de nós...".

Após entregar o dinheiro, o homem ainda recebe um “conselho” de um dos policiais: "Você vai ter que torcer para se dar bem nessa viagem até o final. Se você for abordado em outro estado aí, tu vai ter problema. Ninguém vai aceitar essa ideia que tu tá dando, que tu perdeu, registrou e tá viajando com o caminhão".

Os policiais foram identificados como Sargento Alan dos Santos e Silva e Cabo Michel Tavares de Jesus. Segundo a Polícia Militar, os dois estão presos administrativamente e responderão a um Inquérito Policial Militar (IPM).

Fonte: VEJA RIO