EDIÇÃO DA SEMANA

Beira-mar

Histórias e novidades sobre a sociedade carioca

Por: Daniela Pessoa e Louise Peres - Atualizado em

Enfim, aprovado

beira-mar-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Não é de hoje que Marcos Pasquim tenta ingressar no fechado quadro de sócios do Itanhangá Golf Club. No último fim de semana, ele finalmente passou pelo crivo dos membros do conselho, que numa eleição anterior deram bola preta ao seu nome. Nos bastidores, corre o boa-to de que o motivo do veto teria sido a ciumeira dos golfistas, receosos com a possibilidade de esposas e namoradas se encantarem com o estilo descamisado que o galã costuma encarnar na televisão. "Eles podem ficar tranquilos porque não vou aparecer sem camisa fora da área da piscina. Conheço as regras de etiqueta do golfe e já tenho até meu uniforme separado", garante o ator, de 44 anos, que terá de desembolsar 20 000 reais pelo título, mais 80 000 de taxa de transferência e 1 330 pela mensalidade.

Loira sim, burra não

beira-mar-05.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Desde que estreou na TV, na minissérie Sex Appeal, Danielle Winits, 39 anos, costuma fazer a mesma personagem: a loira sexy e, na maioria das vezes, burra também. Para sua própria surpresa, desta vez o desenrolar da história está sendo diferente. Convidada para interpretar na trama das 9 a médica Amarilys, que se envolve em um polêmico triângulo amoroso com o casal gay formado pelos atores Marcello Antony e Thiago Fragoso, ela está ganhando destaque no papel, deixando até a protagonista Paolla Oliveira para trás. "É um grande reconhecimento conquistar o papel de uma mulher forte que vai muito além do estereótipo da gostosona. Finalmente estão enxergando o meu valor", afirma a atriz de Amor à Vida, que tem vinte anos de carreira. Nunca é tarde.

beira-mar-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

"Vai ter de sair igual a musical americano", de Miguel Falabella, reconhecendo que precisará fazer um espetáculo de primeira em Memórias de um Gigolô, baseado no livro de Marcos Rey e autorizado a captar 4,9 milhões de reais via Lei Rouanet

"Quero mostrar a atriz que existe em mim"

beira-mar-04.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Rainha de bateria do Salgueiro e vencedora da última edição do reality A Fazenda, foi por muito pouco que Viviane Araújo, 38 anos, também não virou política. Convidada pelo PSL para concorrer nas próximas eleições, ela recusou a candidatura graças a outro convite, este já aceito. O salvador da pátria foi Aguinaldo Silva, que chamou a modelo para participar de sua próxima novela. "Ele assistiu ao reality e torceu por mim. Ganhei o papel pela minha personalidade e não vou desapontá-lo", diz a novata, que está tendo aulas com a experiente preparadora de elenco Camila Amado. Mas que ninguém pense que Viviane abomina a primeira opção: "Não descarto a carreira política, mas neste momento quero mostrar a atriz que existe dentro de mim". As cenas do próximo capítulo, pelo visto, prometem.

Ele salvou a Dona Baratinha

beira-mar-03.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Ele é o queridinho do mercado casamenteiro do Rio, está com a agenda lotada até o fim do ano e cobra em média 6 000 reais por noite. Acostumado a manter a pista fervendo, o DJ Papagaio passou por uma prova de fogo em uma de suas últimas festas e mostrou que tem traquejo. Responsável pelos pickups da nababesca boda de Beatriz Barata, aquela em que cinzeiros voaram pela varanda do Copacabana Palace, ele precisou emendar hit atrás de hit na tentativa de fazer com que os convidados não dessem tanta atenção à confusão que acontecia do lado de fora, onde uma multidão, aos berros, tocava ainda panelas e buzinas. "Precisei usar todo o meu estoque de sucessos para atrair a atenção dos convidados para a pista de dança", conta Luiz Fernando Leite, 39 anos, que na semana seguinte subiu a serra para animar o enlace da atriz Fiorella Mattheis com o ex-judoca Flávio Canto.

Fonte: VEJA RIO