EDIÇÃO DA SEMANA

Beira-mar

Histórias e novidades da sociedade carioca

Por: Carla Knoplech - Atualizado em

Garçom, a saideira

beira-mar-03.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Comandado pelo chef Fabio Battistella, o DoiZ é a última vítima da especulação imobiliária que assombra a cidade. Na hora de renovar o contrato do bar, a proprietária do casarão de 220 metros quadrados na Rua Capitão Salomão, em Botafogo, subiu o aluguel de 14?000 reais para 28?000. "Só pagaria um valor desses se fosse num imóvel de frente para o mar na Avenida Vieira Souto", diz Battistella, dono também do Meza Bar, do Barzinho e do albergue Oztel. "Nossa carta de drinques já tinha sido elogiada até pelo New York Times. Quem perde com essa notícia é o Rio de Janeiro", lamenta o chef, que já marcou a data da última noite da casa para o próximo dia 22.

O embaixador do Rio

beira-mar-05.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Não é preciso consultar um astrólogo para descobrir que 2013 será um ano de muito trabalho para Carlos Saldanha. A todo o vapor na produção de Rio 2, sequência do desenho estrelado pelas ararinhas Blu e Jade, o cineasta também confirmou presença entre os diretores responsáveis pela sequência de curtas que integram o longa Rio, Eu Te Amo. "Não tive como recusar por dois motivos: é mais um filme sobre a cidade e será meu primeiro trabalho com atores de carne e osso", conta o carioca radicado nos Estados Unidos. Próxima produção da série Cities of Love, que produziu Nova York, Eu Te Amo e Paris, Eu Te Amo, o longa começa a ser rodado em agosto por aqui. "Quero usar alguns elementos animados no roteiro, mas sem contar diretamente a história", adianta.

Uma aprendiz na Broadway

beira-mar-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

No papel de uma indefectível Morticia, Marisa Orth é a estrela do musical A Família Addams, adaptação brasileira para a montagem apresentada nos palcos nova-iorquinos em 2010 e 2011. Sobre o espetáculo que chega de São Paulo para estrear nos palcos cariocas no dia 10 de janeiro, a atriz conversou com a coluna.

Como foi a experiência de participar do seu primeiro musical? Para mim foi uma superação. É muito bacana, com trinta anos de carreira, começar a aprender tudo de novo.

Qual foi a grande lição que você tirou dessa nova fase? Não é que eu babe ovo dos americanos e do padrão de musicais deles, mas tivemos aulas de comédia com profissionais do primeiro time da Broadway. Eles nos ensinaram truques de cena quase matemáticos que, realmente, acabavam deixando tudo mais engraçado.

Seu figurino não parece muito confortável. É fácil cantar, dançar e atuar com ele? Fiz mais provas desse vestido do que faria de um vestido de noiva. Mas confesso que estou usando tanto preto e roxo que vou vestir renda e nude por uns dois anos depois que acabar a temporada.

Na boca dos famosos

beira-mar-04.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Referência em odontologia estética, o paulistano Fábio Bibancos decidiu dar fim às reclamações dos clientes cariocas que precisavam embarcar na ponte aérea para ser atendidos. Queridinho das celebridades, há dois meses ele abriu uma filial no Rio, onde a consulta inicial custa 500 reais. "Escolhi a Barra porque era o bairro mais perto dos estúdios, além de ter vários clientes que moram por ali", explica. Agora, sua sala de espera virou uma espécie de sucursal do Projac, onde atrizes como Adriana Esteves, Gabriela Duarte e Glória Menezes podem ser vistas em um bate-papo animado ou lendo as revistas da semana.

Escritora por acaso

beira-mar-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

No início era só uma brincadeira entre amigas, mas o negócio acabou dando certo. Tão certo que agora o blog 40 Forever, voltado para o público com mais de 40 anos interessado em saber sobre cultura, decoração, moda e viagens, vai virar livro. Dividido em fascículos temáticos, o compêndio reunirá os posts mais acessados do endereço virtual, no ar desde 2011 e com uma média de 40?000 acessos diários. "Fizemos um texto ensinando como alargar um sapato que foi um dos recordistas", conta Bebel Niemeyer, responsável pela publicação ao lado das amigas Ana Cecília Magalhães Lins Lacerda e Maria Pia Marcondes Ferraz. A quem interessar possa: elas garantem que é só colocar um saco plástico com água dentro do calçado e deixá-lo no freezer para que ele aumente um número.

Fonte: VEJA RIO