ROTEIRO DA SEMANA

Bares

Percorremos os melhores bares do Rio para avaliar os comes e bebes que você deve pedir

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

BAR-RESTAURANTE

BERBIGÃO. Conhecido em Niterói, onde funciona desde 1944, o estabelecimento mantém na filial carioca a oferta de fartos pratos de pescados e frutos do mar a preços razoáveis. No endereço do Catete, o festival de camarão oferece receitas a R$ 27,00 (para uma pessoa) e R$ 44,90 (para duas). Entre outras sugestões, o crustáceo pode ser servido à milanesa com arroz de brócolis, à grega, no bobó, na moqueca, na fritada, com catupiry e no risoto. Outras pedidas na seção de pescados são a caldeirada de frutos do mar, reunião de lula, camarão, mexilhão, siri e polvo, e a paella ? a R$ 104,80, cada uma, em porção para duas pessoas. Para animar o bate-papo de grupos maiores, a pedida é a torre de 2,5 litros de chope Brahma (R$ 40,90). Na tulipa, a bebida sai por R$ 4,50 e na caldeireta, por R$ 5,50. Rua do Catete, 150, Catete, ☎ 2205-7245, ? Catete (164 lugares). 11h30/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. ? → ↔ www.berbigao.com.br. Aberto em 2008.

BOTEQUINS

ARMAZÉM DO LEME. Vizinho do extinto hotel Le Méridien, hoje Windsor Atlântica, é um típico botequim de bairro, com direito a varanda concorrida, voltada para a rua, e programação de música ao vivo, na sexta, no sábado e no domingo, sempre a partir das 18h30. A bebida onipresente nas mesas é o chope, da Brahma (R$ 4,80 a tulipa) ou da marca artesanal Clássico, nas versões claro e escuro (R$ 4,30 cada tulipa). Na parte de comes encontram-se tira-gostos triviais, como a porção de polenta frita com parmesão (R$ 12,00) ou o frango à passarinho (R$ 32,00). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 31, loja B, ☎ 2275-4049 (150 lugares). 12h/1h (sex. e sáb. até 2h). Couvert art.: R$ 3,00 (sex. a dom. a partir das 18h30). Cc: todos. Cd: todos. www.armazemdoleme.com.br. Aberto em 2006.

BAR DO BELMIRO. Em uma região repleta de bares e restaurantes na fronteira entre Botafogo e Humaitá, a casa era um negócio de família até ser vendida para Antônio Rodrigues, dono do Belmonte ? que, por sua vez, já a passou adiante. No cardápio seguem firmes as empadas de camarão, bacalhau (R$ 4,00 cada uma), carne-seca (R$ 3,50) e frango (R$ 3,50). Para fomes maiores, o combo que leva o nome do lugar (R$ 55,00) traz picanhas bovina e suína, queijo de coa­lho, filé de frango e camarão frito. Na hora dos bebes, vá de chope Brahma (R$ 4,50 a caldeireta). Em garrafas de 600 mililitros, a Bohemia e a Antarctica Original são servidas pelo mesmo preço: R$ 8,00. Rua Conde de Irajá, 503, Botafogo, ☎ 2539-1354 (100 lugares). 7h/0h (sex. e sáb. até 1h). Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 1986.

BAR DO BONDE. Num acanhado imóvel na Rua Almirante Alexandrino, distante da concorrência de grandes atrações do bairro como o Bar do Mineiro e a Adega do Pimenta, funciona este empreendimento familiar. Marcus de Oliveira e a mulher, Ana Luiza Garcez, tocam o negócio com ajuda dos filhos. A experiência de Marcus como fundador da Associação dos Cervejeiros Artesanais Cariocas resultou na carta de cervejas interessante. Nela figuram, além de Antarctica e Brahma (R$ 6,00, 600 mililitros), a Therezópolis Gold (R$ 13,00, 600 mililitros) e a alemã Paulaner (R$ 20,00, 500 mililitros). A lista de tira-gostos, elaborada com a ajuda de Paulo Roberto Barbosa, ex-sócio do Aconchego Carioca e do Petit Paulette, traz dicas saborosas. Há três versões para o bolinho de risoto (R$ 14,00, quatro unidades): de açafrão e gorgonzola, de funghi e mussarela e de camarão com cream cheese. Também marca presença por lá o indefectível bolinho de feijoada, envolto em farinha de torresmo (R$ 20,00, seis unidades). Rua Almirante Alexandrino, 1450-E, Santa Teresa, ☎ 2507-4379 (40 lugares). 18h/22h (qui. e sex. até 0h; sáb. e dom. 12h/0h). Cc: M e V. Cd: R e V. ? http://cargocollective.com/bardobonde. Aberto em 2011.

CHICO & ALAÍDE. O cearense Francisco Chagas Gomes Filho e a mineira Alaíde Costa não perdem o pique. Mesmo após pouco mais de três anos de funcionamento, o pé-limpo da dupla continua formando filas em dias quentes. Os motivos: o chope (R$ 5,90 a tulipa) bem tirado e os quitutes criados por Alaíde. Na lista figuram delícias vendidas por unidade, como o bolinho de polenta com carne moída (R$ 4,00), a feijoadinha da mamãe (R$ 5,20), uma releitura do bolinho de feijoada, com linguiça, couve e bacon envoltos em massa de feijão-preto, e o choquinho (R$ 10,00), um camarão grande empanado, recheado de catupiry e coberto por batata palha. É novidade no cardápio a rabadinha com polenta e agrião (R$ 8,00), servida em porção individual. Rua Dias Ferreira, 679, Leblon, ☎ 2512-0028 (80 lugares). 10h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. até 22h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ ? www.chicoealaide.com.br. Aberto em 2009.

CARTA DE CACHAÇAS

GALETO SAT?S. Fundado há cinco décadas, vem sendo administrado nos últimos dois anos pelo casal de antigos frequentadores Sérgio e Elaine Rabello. Colado ao Cervantes, em um salão simples onde chama atenção o forno a carvão, serve carnes feitas na brasa. A pequena ave que batiza o lugar é temperada com molho de limão, laranja, alho e pimenta e custa R$ 15,00. Acompanhado de arroz, farofa de ovo, batata frita e molho à campanha, o galeto custa R$ 38,00 e faz as vezes de uma refeição completa. Na seção de petiscos, também, preparados na brasa, podem acompanhar o chope Brahma (R$ 4,50 a caldeireta) a porção de coração de galinha (R$ 15,00) e o pão de alho (R$ 6,50, duas unidades). Os proprietários investiram pesado no estoque de cachaças. O endereço hoje guarda 150 rótulos, entre os quais a mineira Áurea Custódio (R$ 12,00 a dose), envelhecida por cinco anos em barril de carvalho, e a Coqueiro (R$ 7,00 a dose), produzida em Paraty. Rua Barata Ribeiro, 7, loja D, Copacabana, ☎ 2275-6197 e 2543-8841 (40 lugares). 12h/5h. Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 1962.

CHAMPANHERIA

CHARLESTON BUBBLE LOUNGE. Como o nome sugere, a inspiração do negócio é a década de 20 do século passado, quando o gênero musical dançante conhecido como charleston despontou mundialmente. A carta dispõe de mais de quarenta rótulos de champanhe e setenta de espumante. Entre os importados figuram os franceses Baron de Marck Brut (R$ 225,00), Louis Perdrier (R$ 78,00) e Taittinger Brut (R$ 389,00). Uma dica mais em conta é o espumante nacional Casa Valduga 130 Brut (R$ 89,00). Para comer, invista no magret de pato (37,90) ou na tábua de queijos brie, gruyère, roquefort, camembert e grana padano, além de picles e azeitonas (R$ 45,90, para cinco pessoas). A programação musical inclui apresentações de jazz, blues e choro, além de DJs. Rua Rodolfo Dantas, 26, loja B, Copacabana, ☎ 3795-3158 (100 lugares). 18h/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. Entrada: R$ 12,00 (qui. e sex.) e R$ 30,00 (sáb.). www.bubblelounge.com.br. Aberto em 2011.

HAPPY HOUR

ASTRO BAR. Dentro do complexo do Planetário da Gávea, tem público variado: passam por lá de frequentadores do vizinho Teatro Maria Clara Machado a professores e estudantes da PUC, logo em frente. Tabelam bem com as cervejas long neck, das marcas Stella Artois, Heineken (R$ 5,00 cada uma), Budweiser e Bohemia (R$ 4,00), as pastas de grão-de-bico ou berinjela (R$ 16,00 e R$ 18,00 respectivamente) acompanhadas de torradas. Outras sugestões de petisco são o filé aperitivo no pão italiano (R$ 20,00) e a porção de queijo brie com geleia de damasco (R$ 18,50). Também se bebe por lá chope gelado da Brahma (R$ 4,50 a tulipa). Avenida Padre Leonel Franca, 240, Gávea, ☎ 2259-0942 (100 lugares). 8h/1h (sáb. 14h/0h; dom. 14h/20h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. (R$ 6,00 e, a partir de 20h, R$ 20,00). Aberto em 2005.

BAR DO ADÃO. Quando comprou o boteco com mármore na fachada, no Grajaú, o engenheiro José Ibiapina Ferreira pensava apenas em arrumar uma distração na recém-chegada aposentadoria ? acabou criando uma rede. Pastéis, vendidos em quase sessenta sabores, são o forte do cardápio. O recheio tradicional de carne, ovo e azeitona (R$ 3,70) é imbatível. Mais elaborados, o paris (R$ 4,80) leva queijo brie e presunto cru, enquanto o pacífico (R$ 4,80) é feito com salmão defumado, tomate e damasco. Outras pedidas são o francês (R$ 4,20), de camarão, catupiry e alho-poró, e o califórnia (R$ 4,00), com peito de peru, catupiry e abacaxi. Com jeito de sobremesa, o sonho de valsa (R$ 4,50) traz no recheio um bombom inteiro. Para acompanhar a ala salgada, a melhor sugestão é o chope Brahma gelado (R$ 4,50 a tulipa; R$ 5,50 a caneca zero grau). Avenida Engenheiro Richard, 105, loja A, Grajaú, ☎ 2577-0730 (40 lugares). 12h/3h (seg. a partir das 18h). Cc: todos. Cd: todos; Rua Conde Bernadotte, 26, loja 123, Leblon, ☎ 3546-2326 (60 lugares). 12h/1h (seg. a partir das 18h). Cc: todos. Cd: todos. Mais seis endereços. www.bardoadao.com.br. ? ↔ Aberto em 1991.

BAR DO BACANA. Um dos mais recentes empreendimentos do cearense Antônio Rodrigues, o nome à frente da rede Belmonte, foi anunciado como um endereço de cardápio popular e preços acessíveis no Leblon. Trivial, a lista de tira-gostos traz empadas abertas nos sabores camarão com catupiry e carne-seca com catupiry (R$ 7,50 cada uma), além de uma versão fechada, de frango (R$ 3,50). São dicas mais robustas a porção de frango à passarinho (R$ 29,90) e o saboroso filé aperitivo no pão italiano (R$ 39,90). Para beber, há Stella Artois (R$ 14,20, 985 mililitros) e Antarctica Original (R$ 9,00, 600 mililitros), mas as campeãs de pedidos são a Bohemia (R$ 8,00), a Skol e a Antarctica (R$ 6,50 cada uma). No almoço, pratos executivos justificam a alegada vocação popular do negócio. De segunda a sexta ficam expostos em um bufê, ao preço fixo de R$ 13,00, quatro tipos de carne e quatro diferentes guarnições. Outra atração diária do cardápio é a feijoada (R$ 36,90, para duas pessoas). Rua Cupertino Durão, 79, ☎ 2259-4000 (38 lugares). 8h/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: M e V. Cd: R e V. ? ? ↔ Aberto em 2012.

CAFÉ GAÚCHO. Marca registrada do endereço, os azulejos nas paredes, estampados com formas geométricas, foram mantidos mesmo depois da reconfiguração do ambiente. Frequentado por quem trabalha no Centro, o lugar fica mais movimentado na happy hour, quando a turma encosta no balcão para beliscar a porção de pernil (R$ 25,00) ou comer um sanduíche no pão francês ? o de linguiça custa R$ 6,00 e o malandrinho, com bolinho de carne, cebola, tomate e pimentão, sai por R$ 4,00. Também podem acompanhar o chope Brahma (R$ 4,90 a tulipa) as empadas de bacalhau (R$ 3,50), frango, palmito e carne-seca (R$ 3,20 cada uma). Há ainda batidas nos sabores limão, maracujá (R$ 2,50 cada uma), gengibre e amendoim (R$ 3,50). Rua São José, 86, Centro, ☎ 2533-9285, ? Carioca. 7h/21h (fecha sáb. e dom.). Aberto em 1935.

ESPETINHO & CIA. Vocação expressa no nome, a casa recebe a clientela com 24 sugestões de churrasquinhos no espeto, assados na brasa, levados à mesa ao lado de farofa e molho à campanha. Na lista, uma pedida saborosa traz enroladinho de carne recheado de queijo (R$ 8,80). Pelo mesmo preço é servida a versão de medalhão de carne. Entre os cortes nobres há picanha, cordeiro e filé-mignon (R$ 9,90 cada um). Fora do palito, encontram-se pão de alho (R$ 5,50) e, novidade recente, crepes. O de queijo com cebola custa R$ 11,90 e o de frango com catupiry sai por R$ 17,90. Do modesto cardápio etílico, escolha entre o gelado chope Brahma (R$ 4,90 a caldeireta) e a caipirinha de limão (R$ 10,40). Avenida Armando Lombardi, 800, loja 100 (Condado de Cascais), Barra, ☎ 2135-0762 (20 lugares). 11h30/0h (seg. até 19h; sáb. a partir das 20h; fecha dom.). Cc: D, M e V. Cd: todos. ? ↔ → Aberto em 2011.

IL PICCOLO CAFFÈ. Apesar do nome italiano, o local é comandado por Anne Hofmeister, de origem alemã. Azulejos azuis e brancos dividem com a prateleira de cervejas a atenção de quem passa. São mais de 200 rótulos de diversas nacionalidades, entre eles a alemã Schneider Tap 5 (R$ 25,40, 500 mililitros), com forte presença de lúpulo, a checa Pilsner Urquell (R$ 22,90, 500 mililitros) e a paulista Colorado Apia (R$ 19,80, 600 mililitros). Na seara comestível, a influência da culinária tedesca predomina. O frikadellen (R$ 22,90, duas unidades), por exemplo, é um saboroso bolo de carne. Outras indicações são a costelinha suína ao molho de curry (R$ 25,90) e o joelho de porco cozido (R$ 65,00, para dois), com salada de batata e chucrute. Duas mesas do lado de fora confortam os fumantes. Rua do Carmo, 50, Centro, ☎ 2224-8022, ? Carioca (30 lugares). 8h/22h (seg. até 20h; ter. até 21h; fecha sáb. e dom.). Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 2001.

MARQUÊS DA GÁVEA. Pequenina, aberta no lugar de um salão de beleza, a casa tem balcão de madeira e tampo de mármore, piso de cimento queimado e torre de chope enfeitada pelas formosas curvas de uma pin-up. Por ali, nada de Brahma: este foi o primeiro estabelecimento do entorno a romper com a hegemonia da Ambev na região. A pedida para regar a paquera, que rola solta, é a caldeireta de chope Devassa Loura (R$ 4,80) ou Ruiva (R$ 6,50). No cardápio aparece a porção de minissalgados (R$ 10,90, quinze unidades), reunião de quibe, bolinha de queijo, coxinha, bolinho de arroz, minicroquete e rissole de presunto e queijo. Estão presentes também os nachos crocantes (R$ 17,80), com cheddar, e o picadinho de filé-mignon acompanhado de torradas (R$ 15,90). Da extensa lista de sanduíches, o carioca (R$ 12,90) traz filé de frango, queijo derretido, alface e tomate. Também são vendidas cervejas Baden Baden (R$ 24,90, 600 mililitros), fabricada em Campos do Jordão (SP), e da marca catarinense Eisenbahn (R$ 12,90 a long neck). Praça Santos Dumont, 126, loja A, Gávea, ☎ 3114-0780 (40 lugares). 11h30/1h. Cc: todos. Cd: todos. ↔ Aberto em 2010.

PALAPHITA KITCH. Amazonense, e um empresário dado a ousadias, Mário de Andrade Netto comanda o quiosque mais original da beira da Lagoa. Bancos de madeira voltados para o espelho d?água, detalhes de palha e capivaras decorativas compõem o ambiente que remete à sua terra natal. Também vem do Norte a inspiração para o cardápio. Caipirinhas (R$ 16,80 cada uma) são preparadas com frutas da região, como a graviola e o cupuaçu, este usado em uma apetitosa mistura de cachaça com damasco. Pelo mesmo preço é vendido o chico, combinação de suco de mangarataia (ou gengibre), limão, groselha e cachaça. Na seção de comes, ingredientes amazônicos aparecem em criativas receitas. É o caso do encontro das águas (R$ 31,80), uma terrina de tambaqui com alfavaca (manjericão) sobre dois chutneys: de açaí e de cupuaçu. Outra sugestão de petisco é o pai d?égua (R$ 19,20), queijo do Norte flambado na cachaça com folhas de manjericão. Avenida Epitácio Pessoa,

s/nº, quiosque 20 (Parque do Cantagalo), ☎ 2227-0837 e 7841-7843 (150 lugares). 18h/1h (seg. até 0h). Cc: D e M. Cd: R. → ? ↔ www.palaphitakitch.com.br. Aberto em 2004.

PLANETA DO CHOPP. Vizinho da Uerj, este endereço de ambiente simples atrai universitários em busca de chope gelado. No menu destacam-se a porção de aipim com carne-seca desfiada e acebolada (R$ 36,00) e a fraldinha ao molho madeira acompanhada de pão de alho (R$ 43,00), além do caldo de feijão com torresmo e salsinha (R$ 7,00). A casa oferece chope da Brahma (R$ 4,50 a tulipa, R$ 6,00 a caneca), além de drinques como piña colada (R$ 15,00) e mojito (R$ 16,00). Na filial do Recreio chama atenção na decoração um carro modelo Cobra pendurado sobre o bar. Lá, as novidades na lista de tira-gostos são a costela suína ao molho barbecue (R$ 48,00), acompanhada de batata chips, e a costela de cordeiro na brasa (R$ 115,00). Avenida 28 de Setembro, 20, Vila Isabel, ☎ 2264-8300 (400 lugares). 11h/2h (sex. e sáb. até 4h). Cc: todos. Cd: todos. ? ? Aberto em 1996. Rua Antonio Baptista Bitencourt, 10, Recreio, ☎ 2437-6409 (250 lugares). 11h/2h. Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 6,00. www.planetadochopp.com.br. ? ? ↔ Aberto em 1996.

MÚSICA AO VIVO

LAPA 40º SINUCA E GAFIEIRA. Imponente, a construção de três andares no bairro boêmio abriga programação musical intensa e trinta mesas de sinuca (R$ 1,80 a ficha). Os dois primeiros pavimentos são espaços dedicados aos jogos. No 3º rolam os espetáculos. Por lá, um palco recebe apresentações de forró, sertanejo, samba e pop rock, enquanto a pista de dança recebe programação comandada por dois DJs a cada noite. O chope Brahma (R$ 4,90 a tulipa) é extraído de barris armazenados em câmara refrigerada, mas a Antarctica Original (R$ 9,30 a garrafa) também encontra boa saída. Da cozinha chegam porções de petiscos triviais, como o provolone à milanesa (R$ 19,50), o filé aperitivo no pão italiano (R$ 34,50) e o camarão ao alho e óleo (R$ 34,50). Rua do Riachuelo, 97, Lapa, ☎ 3970-1338/1329 (350 lugares). 18h/5h (qua. a sáb.; fecha dom. a ter.). Cc: M e V. Cd: todos. Entrada: R$ 20,00 a R$ 30,00 (qua. a sáb.). ↔ ? → www.lapa40graus.com.br. Aberto em 2007.

TRAPICHE GAMBOA. O sobrado de 1857 foi eleito o melhor reduto de música ao vivo da cidade nas edições de 2007 e 2008 do especial ?Comer & Beber?, publicado por VEJA RIO. Na decoração ainda há detalhes originais, como o piso e um velho poste. Quatro ambientes acomodam o público no enorme imóvel com 13 metros de pé-direito. No espaço principal, o exímio cavaquinista Eduardo Gallotti comanda a roda, com convidados, na quarta e na sexta. No sábado, a vez é do grupo Galocantô e, às terças, as atrações variam. Para beber, são servidas geladas garrafas de Antarctica Original (R$ 8,00) e uma caprichada caipivodca (R$ 12,50). No cardápio de petiscos aparecem, entre outras sugestões, croquete de carne (R$ 16,50, cinco unidades), porção de moela (R$ 16,50) e bolinha de queijo (R$ 16,50, com dez). Rua Sacadura Cabral, 155, Saúde, ☎ 2516-0868 (250 lugares). 18h/0h (qui. a sáb. até 4h; fecha dom. e seg.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 15,00 a R$ 20,00. www.trapichegamboa.com.br. Aberto em 2004.

PARA DANÇAR

BUKOWSKI. No casarão de dois andares com amplo espaço externo, turmas enfrentam filas quilométricas para dançar ao som de rock ? este é um dos poucos estabelecimentos na cidade a se manter fiel ao gênero musical. No jardim, um bar abastece as mesas e outro cuida de administrar os quatro narguilés disponíveis para os clientes. Lá dentro, as duas pistas têm como trilha sonora clássicos roqueiros das décadas de 60 a 80. Toda noite vigora a promoção do destilado em dobro: na compra de uma dose de vodca, tequila ou uísque, a segunda é de graça. A vodca aparece, ainda, no sex on the beach (R$ 19,30) e na caipirinha (R$ 15,90). No entanto, a bebida mais pedida ainda é a cerveja ? vendida em garrafas long neck Heineken ou Stella Artois (R$ 6,90 cada uma). Para comer, as opções são escassas. Integram a lista empanadas de frango com catupiry ou de calabresa apimentada (R$ 16,80, duas unidades), além dos sanduíches de rosbife e de peito de peru no pão-folha (R$ 18,40 cada um). Rua Álvaro Ramos, 270, Botafogo, ☎ 2244-7303 (350 pessoas). 21h/6h (fecha de dom. a qui.). Cc: todos. Cd: todos. Entrada: R$ 35,00. www.barbukowski.com.br. Aberto em 1997.

PARA PAQUERAR

BLUE AGAVE. Muitos sotaques são ouvidos no bar batizado com o nome da planta usada na fabricação da tequila ? vêm tanto da clientela, repleta de turistas, quanto dos profissionais que tocam o lugar. Os americanos Jason Galeria e Richard Nelson cuidam de perto do negócio que recebe seu público no pequeno salão de cara para a rua e na calçada em frente. Enquanto as TVs transmitem disputas de futebol americano, UFC e futebol, pelas mesas circulam especialidades mexicanas. Fornido, o nacho agave (R$ 28,00) é uma porção de tortilha coberta por molho salsa, sour cream, queijo derretido, carne moída, feijão refrito e guacamole. Duas pedidas líquidas são a jarra de sangria (R$ 33,00, 1 litro) e o blue agave marguerita (R$ 15,00), feito com tequila, sour mix e curaçao blue. Também há cerveja long neck, das marcas Sol (R$ 8,75) e Heineken (R$ 9,00), e a tradicional michelada (R$ 6,90), de cerveja Brahma com gelo, limão, sal e pimenta. Em 2011, abriu em Copacabana a primeira filial. Rua Vinicius de Moraes, 68, ☎ 3592-9271 (30 lugares). 12h/2h (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. ? Rua Aires Saldanha, 21, lojas C e D, Copacabana, ☎ 2235-0747 (45 lugares). 18h30/1h30 (sex. e sáb. até 3h). Cd: todos. Cc: todos. Aberto em 2009.

EMPÓRIO. Durante os fins de semana, a calçada em frente à varanda desse tradicional reduto do rock fica tomada por locais e estrangeiros empolgados. No pequeno salão e na diminuta pista, a clientela se aperta para escutar boas gravações do gênero. Entre uma música e outra, animam as conversas chope Brahma (R$ 5,00 a tulipa) ou o tango (R$ 5,50), versão misturada com groselha. Também faz sucesso a jarra de 1,5 litro de sangria (R$ 29,00). Para beliscar, peça a tábua do mickey (R$ 29,00), reunião de três tipos de queijo, além de pães francês, integral e de alho, ou a porção de bolinho de aipim com carne-seca (R$ 22,00, seis unidades). Rua Maria Quitéria, 37, Ipanema, ☎ 3813-2526 (92 lugares). 20h/4h. Cd: todos. Aberto em 1982.

JOBI. Das dez categorias em disputa na última edição do especial ?Comer & Beber?, publicado por VEJA RIO, o conhecido endereço no Leblon ganhou votos para melhor chope, melhor lugar para paquerar e melhor boteco. De quebra, um de seus garçons, Cecilio Araújo, foi eleito o melhor da cidade. Por essas e outras, o pequeno balcão, decorado com um painel de Nilton Bravo, o ?Michelangelo dos botequins?, a varanda e a calçada em frente vivem cheios de gente. A turma não inventa: bebe hectolitros de chope Brahma (R$ 6,00 a caldeireta). Quem se instala em uma das disputadas mesas belisca, entre outros pedidos, sardinha portuguesa frita ou grelhada (R$ 18,00, duas unidades), linguiça de cordeiro (R$ 29,00 a porção) e empadas de palmito (R$ 3,80), camarão ou frango (R$ 3,50 cada uma). Noite adentro, também fazem sucesso as porções de queijo português da Serra da Estrela (R$ 33,00, 130 gramas) e de presunto de Parma (R$ 35,00, 130 gramas). Avenida Ataulfo de Paiva, 1166, loja B, Leblon, ☎ 2274-0547 (40 lugares). 9h/4h (sex. e sáb. até 6h). Cc: todos. Cd: todos. ? ? ↔ Aberto em 1956.

TRADICIONAIS

BAR DA AMENDOEIRA. Originalmente batizado de Café e Bar Lisbela, logo ficou conhecido pelo nome da frondosa árvore na esquina em frente. No ambiente simples são servidos saborosos quitutes vendidos a R$ 1,00 por unidade, como o bolinho de vagem, a rodela de berinjela ao alho e a couve-flor à milanesa. Para tabelar com o chope Brahma (R$ 4,50), também são bem-vindos a carne-seca em cubos passada na farinha (R$ 19,00), o bolinho de carne moída (R$ 2,00 a unidade) e a porção de moela (R$ 11,00). Às quintas-feiras, um grupo comanda a roda de pagode a partir das 19h. Na sexta entra em cena uma churrasqueira, usada para o preparo de espetinhos (R$ 4,00 cada um) de frango, com ou sem bacon, carne, coração de galinha e linguiça. Rua Conde de Azambuja, 881, Maria da Graça, ☎ 2501-4175 (36 lugares). 6h30/22h (sex. até 0h; sáb. até 20h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 1953.

JOIA CARIOCA. Quartel-general do Suvaco do Cristo, ponto de concentração no dia do desfile do bloco carnavalesco, é um típico boteco de bairro, mas andava meio maltratado. Sob nova direção, passou por reformas ? ganhou móveis e decoração novos, além do sobrenome ?Carioca?. Como resultado de tantas mudanças, a frequên­cia aumentou. Com recheio de carne, camarão, carne-seca, palmito ou queijo, o pastel (R$ 3,90 a unidade) é uma dica para acompanhar o chope Brahma (R$ 5,00 a tulipa) ou a cerveja em garrafa, das marcas Original, Heineken e Bohemia (R$ 8,80 cada uma). Outras sugestões de tira-gosto são as porções de frango à passarinho (R$ 27,50), pernil (R$ 35,00) e filé-mignon (R$ 53,00). Na hora do almoço há pratos executivos, a exemplo do linguado ao molho de camarão com arroz de brócolis e batatas coradas (R$ 24,50). Rua Jardim Botânico, 594, Jardim Botânico, ☎ 2539-5613 (120 lugares). 6h/0h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 1956.

Fonte: VEJA RIO