BEIRA-MAR

Além de linda, faz poesias

Por: Bruno Chateaubriand - Atualizado em

beira1.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Não é fácil encontrar uma atriz que seja bonita e, ao mesmo tempo, talentosa a ponto de ser escalada para viver uma série de papéis polêmicos. Alinne Moraes (com dois "enes" mesmo, recomendação da numeróloga) consegue combinar essas qualidades. Depois de interpretar uma modelo paraplégica e uma psicopata ambiciosa, agora vive a gata borralheira Lili no remake de O Astro. Entre uma cena e outra, cultiva um hábito curioso. Volta e meia é vista fazendo anotações misteriosas. Já lhe serviram de rascunho as folhas do roteiro e até mesmo guardanapos de papel. No fim do dia, passa a limpo os rabiscos em seu caderninho de poesias, que tem dezenas de versos escritos. "Observo o mundo e o modo como seus acontecimentos refletem dentro de mim. São pensamentos que coloco para fora", contou a bela, capa da revista ESTILO de outubro. Leitora de Pablo Neruda e Clarice Lispector, Alinne tem como próximo projeto reunir seus melhores poemas em um livro.

LEIA MAIS:

Carla Pernambuco

Chico Pinheiro

Rihanna

O disse me disse do rock

Fonte: VEJA RIO