falta de transparência

Alerj divulgará lista de estagiários após polêmica

Presidente da Casa admite rever aumento de 93% no salário dos estudantes que lá trabalham

Por: Redação Veja Rio - Atualizado em

Alerj
Deputados vão se reunir na próxima semana para discutir o aumento (Foto: Divulgação)

Com a polêmica repercussão da notícia de aumento dos estagiários da Alerj, o presidente da Assembleia Legistativa do estado, Jorge Picciani (PMDB) resolveu divulgar a lista com o nome e a função dos estagiários que trabalham na Casa. No total, são 229 estagiários de nível superior e 15 de nível médio que não precisam passar por concurso público para trabalhar 4 horas por dia. 

+ Rio tem fim de semana de sol entre nuvens

Picciani informou que a relação completa será publicada no Diário Oficial desta sexta (8) ao admitir que a falta de transparência foi um erro. Por causa da polêmica, os líderes dos partidos e o presidente da Casa farão uma reunião para discutir mudanças no pagamento. “É uma coisa muito clara. A bolsa-estágio no valor de R$ 2.800 é muito alta. Ficou um valor no meu entendimento incompatível com os tempos que a gente está vivendo. Esse novo valor não pode ser inferior a R$ 1.480, porque é o que vem sendo praticado desde 2010”, disse o deputado Luiz Paulo Correa da Rocha (PSDB) em entrevista ao RJTV. 

Enquanto partidos de oposição sugerem a realização de consurso público, o presidente admite a possibilidade de o aumento ser menor. "Em baixando [bolsa-salário], e eu acho que vai baixar, acho que é perfeitamente possível chamar [o estagiário] pra um novo contrato a partir desse momento e passar a valer um novo valor", disse Picciani.

 

Fonte: VEJA RIO