COTIDIANO

Famosos na mira

Com seus flagrantes indiscretos, os fotógrafos da AgNews se tornaram os mais temidos paparazzi do país

Por: Caio Barretto Briso - Atualizado em

paparazzi-1.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Missões impossíveis fazem parte da rotina do fotógrafo Gabriel Reis, 33 anos. Seu trabalho é flagrar celebridades em situações indesejadas e, se possível, constrangedoras. Estrelas internacionais de biquíni, por exemplo, são uma constante nas imagens que produz. Só no mês passado, ele clicou nessa situação as cantoras Florence Welch e Selena Gomez, a modelo e apresentadora Kelly Brook e a atriz do próximo filme da franquia Homem Aranha, Emma Stone. Em empreitadas mais arriscadas, já se embrenhou em uma mata na região de Paraty no encalço da equipe de filmagem de Amanhecer, último filme da saga de vampiros adolescentes iniciada com Crepúsculo. Depois de rolar por uma ribanceira e se esfalfar em meio à vegetação cerrada com uma mochila de 10 quilos nas costas, ele se viu junto à locação perto de uma cachoeira, mantida como segredo de estado. Ali, encontrou o casal de atores Kirsten Stewart e Robert Pattinson, descontraídos, em roupas de banho, fumando e até brincando de cavalinho. ?Comecei a chorar de felicidade. Sabia que aquilo valia muito dinheiro?, recorda. Estava certo. O material foi vendido para publicações e sites da Europa, Estados Unidos e Austrália por mais de 100?000 dólares.

[---FI---]

Além de concentrar os maiores estúdios e complexos cenográficos do país, o que nos torna uma espécie de Hollywood nacional, o Rio voltou a exercer a vocação de polo de atração de celebridades internacionais. São astros do cinema e da música que passam por aqui para promover filmes, realizar shows e aproveitar as delícias de balneário cosmopolita que a cidade oferece. É natural que em tal ambiente prospere a atividade de paparazzi, como são chamados os fotógrafos caçadores de famosos, com status de grande negócio. Reis, por exemplo, trabalha para a AgNews, a maior empresa brasileira especializada em flagrantes não autorizados de gente conhecida, com contatos nas principais publicações internacionais. Com trinta profissionais espalhados em esquema de plantão pelos principais pontos do Rio, a agência há doze anos perturba a vida de astros e aspirantes à fama. No comando da operação está Francisco Silva, 42 anos. No início da carreira, ele trabalhava sozinho. Assim que percebeu quanto a área era promissora, ensinou à própria mulher os truques e segredos da arte da bisbilhotice com teleobjetivas. Hoje, seus três irmãos, além das duas filhas, fazem parte do time, em diferentes funções. A AgNews tem mais de 200 clientes, que pagam entre 1?000 e 10?000 reais por mês para ter acesso ao material da agência. ?A chave do nosso sucesso é dedicação em tempo integral. E, claro, muita cara de pau?, diz.

Disso ninguém duvida. Além das longas horas dedicadas às tocaias, os paparazzi da AgNews contam com uma vasta rede de informantes que abrange garçons, seguranças, motoristas e até funcionários de companhias aéreas e aeroportos, que confirmam os voos de visitantes ilustres. Tudo azeitado com agrados e polpudas gorjetas, que variam de telefones celulares (particularmente úteis na hora de repassar dicas indiscretas) a quantias que podem chegar a 2?000 reais em dinheiro. Recentemente, a realeza de Mônaco veio ao Rio para descansar, mas não teve sossego. Quando os príncipes estavam na piscina do hotel Fasano, dois fotógrafos da agência subiram em um prédio vizinho, onde têm ?amigos?, e conseguiram inúmeras imagens dos Grimaldi-Casiraghi. Depois, quando os visitantes foram para Ilha Grande, os abelhudos seguiram atrás e tiraram mais fotos, entre elas a da princesa Charlotte de biquíni. Mais 35?000 euros na conta bancária. ?Dessa vez quase apanhamos dos seguranças?, lembra Dilson Silva, 32 anos, irmão de Francisco.

Figuras controvertidas, os paparazzi estão bem longe de despertar simpatia. O ator Cássio Reis partiu para cima de Gabriel Reis ao ser fotografado em um shopping batendo boca com sua ex-mulher Danielle Winitts. Com a máquina quebrada, o paparazzo denunciou-o à polícia. Luana Piovani também já mostrou seu lado raivoso, da mesma forma que seu ex-namorado Dado Dolabella por pouco não perdeu a cabeça (como lhe é peculiar) ao ser clicado em Goiânia. Mas Reis e seus colegas não têm medo de tomar uns cascudos. Até porque imagens de celebridades com expressões transtornadas avançando contra as lentes também vendem muito bem.

Fonte: VEJA RIO