MUNDO ANIMAL

Mundo animal

Por: Daniela Pessoa - Atualizado em

ISTOCKPHOTO
(Foto: Redação Veja rio)

Em busca de um lar

Confira o calendário das feiras de adoção. Não se esqueça das cópias de identidade, CPF e comprovante de residência, indispensáveis para levar o bichinho para casa.

? Suipa Sábado, em frente ao prédio da antiga TV Manchete (Glória), 9h/15h.

? Adote um Bichinho Primeiro domingo do mês na Praça Afonso Pena (Tijuca), e no terceiro sábado na Praça General Osório (Ipanema), 9h/15h.

? Grupo Garra Segundo sábado,no Parque dos Patins (Lagoa), 10h/16h.

? SOS Vida Animal Segundo sábado, no Bairro Peixoto (Copacabana), 10h/16h.

Selmy Yassuda
(Foto: Redação Veja rio)

Cobras criadas

Morador de Olaria, Renato Rosa tem dois bichos de estimação um tanto assustadores. Ele cria uma jiboia e uma píton no closet de seu quarto, que foi especialmente adaptado para acolher as serpentes. Cindy, 8 anos, e Naja, 11, ambas certificadas pelo Ibama, recebem carinho do dono, que de vez em quando as leva para pegar um sol no quintal da casa. "Se bem cuidadas, elas não são perigosas nem agressivas", afirma Rosa, que é proprietário de uma empresa que utiliza aves de rapina para controle biológico. "Meus filhos, de 8 e 13 anos, adoram as cobras, mas só brincam com elas sob a minha supervisão." Em tempo: um ofídio legalizado custa em média 2?000 reais.

mundo-animal-04.jpg
(Foto: Redação Veja rio)
cartoonbank.com
(Foto: Redação Veja rio)

O preço de ser bonzinho

A invasão de um grupo de ativistas em um centro de pesquisas paulista para resgatar 178 beagles pôs a raça em destaque. Ela é usada em testes de laboratório por ter pouca variação genética e ser dócil. "O beagle é um cão muito sociável, de fácil adaptação, que mantém o temperamento alegre e brincalhão a vida inteira", afirma Daniel de Almeida, dono do canil Carol?s Champion, em Vargem Grande. A assistente administrativa Ana Paula Fritz, moradora da Barra, confirma as características. Zeca, seu xodó, tem 11 anos. "É um companheirão. Quando fico doente, ele não sai do meu lado", conta.

Fonte: VEJA RIO