BARES

Botto Bar

Mestre cervejeiro há oito anos, Leonardo Botto inaugurou seu bar em março

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | BEBIDA ✪✪✪✪

Fernando Frazão
(Foto: Redação Veja rio)

Mestre cervejeiro há oito anos, Leonardo Botto realizou o sonho da casa própria. Em um aconchegante espaço na Praça da Bandeira, com paredes de tijolinho enfeitadas por cartazes e rótulos de diferentes nacionalidades, inaugurou seu bar em março. Por ali, o grande chamariz são as vinte torneiras de chope, dez delas dedicadas a marcas fixas. Em qualquer dia é possível beber o irlandês Guinness (R$ 17,50, 300 mililitros), o belga Delirium Tremens (R$ 17,90, 250 mililitros) e quatro versões da família brasileira Eisenbahn (R$ 6,90, 300 mililitros, do estilo pilsen). O Botto Bier (R$ 10,90, 300 mililitros), marca própria do tipo Belgian IPA, e o checo Pilsener Urquell (R$ 13,90, 300 mililitros) se revezam nas chopeiras. Do cardápio, são pedidas acertadas o carbonade flamande (R$ 33,00), carne assada típica da Bélgica, feita na cerveja e servida sob farta cobertura de queijo gratinado, e o frikadellen (R$ 22,00, oito unidades), bolinho alemão de carne, seco e bem temperado. Às terças, o clima é de pub, com apresentações do grupo Cozinha Etílica, que tem entre seus integrantes Cláudio Bedran (baixo) e Pedro Strasser (bateria), da banda Blues Etílicos.

Rua Barão de Iguatemi, 205, Praça da Bandeira, ☎ 3496-7407 (76 lugares). 17h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. 15h/22h). Cc: todos. Cd: todos. Entrada: R$ 15,00 (ter. a partir de 19h30). Aberto em 2013.

Fonte: VEJA RIO