o melhor da estação

Bares para curtir o happy hour no verão

Com uma vista da cidade ou promoções no fim do dia, listamos luagres para você beber aquela gelada com os amigos 

Por: Rafael Cavalieri

O réveillon passou, 2015 começou, mas o Rio continua cheio de gente querendo aproveitar as suas atrações. Majoritariamente, são dois grupos. O primeiro é o pessoal que está de férias curtindo as praias de areia quente e água gelada até o sol se pôr. O segundo não tem essa vida mansa: trabalha normalmente até em janeiro. Mas é a partir das 19h quando a noite começa a cair que todos viram um só e partem em busca daqueles chopes gelados, drinques inventivos, petiscos saborosos e pratos elaborados para curtir a happy-hour. E, convenhamos, em uma cidade multi-cultural como a nossa não faltam boas opções para isso.

+ Confira mais bares pela cidade

Elas se espalham pelos três cantos da cidade - o leste é a praia - e atendem os mais diversos perfis. Vão desde o Bar do Alto, em plena comunidade do Chapéu Mangueira, ao Bar d'Hôtel, de ambiente sofistificado. Há quem não tenha as belezas naturais estampadas como parte da atração, mas compensam com promoções atrativas. Abaixo listamos 12 opções. Escolha e aproveite, seja com o pé sujo de areia ou o terno já pendurado no ombro.

Astor

astor.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

A casa veio importada de São Paulo, mas quem há de dizer isso? Com uma varanda que dá de cara para a orla de Ipanema e a pedra do Arpoador, o Astor caiu nas graças do carioca que chega para beber o chope Brahma (R$ 6,40; 240 mililitros) de colarinho extremamente cremoso. Além disso, a inventiva carta de drinques com uma série de gim tônicas entre eles o rose cucumber (R$ 34,00), reunião de Hendrick's, pepino, bitter floral, pétalas de rosa e água tônica. Para beliscar, não abra mão de duas novidades recentes no cardápio. A primeira é o plateau de peixes frescos (R$ 49,00) que chega  com atum, salmão e peixe branco marinados em tempero cítrico. A segunda são os muffins bristol (R$ 25,00), porção de pãezinhos de calabresa com queijo gruyère. Avenida Vieira Souto, 110, Ipanema, ☎   2523-0085. 18h/1h (qui. até 2h; sex. e sáb. 12h/3h; dom. 12h/22h).

Bar do Alto

Bar do Alto
Orla de Copacabana é vista da laje do Bar do Alto (Foto: Tomás Rangel)

Do terraço encarapitado no Morro da Babilônia se avistam, em toda a sua extensão, as praias do Leme e de Copacabana, além de pequeninas Ilhas Cagarras ao fundo da cena. Com esse patrimônio à disposição da clientela, a casa de Rubens Zerbinato, o Pituca, foi eleita pelo júri do especial Comer & Beber 2014, publicado por VEJA RIO, o melhor endereço da cidade na categoria Visual do Rio. Após subir os 280 degraus da escada, que começa no fim da Ladeira Ary Barroso, recupere o fôlego antes de pedir o excelente drinque feito de espumante, açaí e morango (R$ 20,00). Criação mais recente, a original combinação de vodca, Cointreau, xarope de melancia e espuma de rapadura é oferecida pelo mesmo preço. Podem acompanhar os bebes o apetitoso harumaki de feijoada (R$ 20,00, oito unidades) ou arepas (R$ 18,00, doze unidades), espécie de pãozinho de canjica servido com salsa de tomate. Rua São Jorge, casa 4, Leme, ☎   98684-5517 e 2530-2506. 12h/22h (fecha seg.).

Bar d'Hôtel

Bar D'Hotel_Sayuri_
Sayuri, uma das opções de drinque do Bar d'Hotel (Foto: Berg Silva)

Esqueça o pós-praia aqui. O ambiente de luz baixa e decoração requintada combina com uma certa sofisticação. Mas de lá você conta com privilegiada vista para a Praia do Leblon. Acomodado, explore a carta de drinques. Refrescante, o maria victoria (R$ 23,00) combina vodca de baunilha, lichia, hortelã e água de coco. O sayuri (R$ 22,00) traz saquê, uva niágara e limão-siciliano. Na cozinha de cardápio criativo são preparados os mini-hambúrgueres (R$ 38,00, seis unidades) recheados de carne de cordeiro, foie gras e teriyaki de frutas vermelhas. Saboroso, o foie aparece novamente grelhado, coroando o steak tartare d’hôtel (R$ 39,00), acompanhado de chips de batata. Delícia do mar, o camarão crocante (R$ 32,00, oito unidades), empanado em castanha-de-caju e coco, fica melhor ainda com o chutney de laranja que o acompanha. Avenida Delfim Moreira, 696, térreo, Leblon (Hotel Marina All Suites), ☎   2172-1112. 12h/1h.

Bar do Lado

Bar do Lado_Ambiente
A disputada varanda do Bar do Lado (Foto: Divulgação)

No prédio do Hotel Marina All Suites, a varanda lateral é bastante disputada em fins de tarde ensolarados. Afinal de contas, é um privilégio poder usufruir o visual da orla do Leblon em ambiente descolado, com paredes, bancos e almofadas coloridas, além de um curioso relógio que não funciona — a justificativa é que, ali, os clientes não precisam ver a hora passar. No início de 2014, a cozinha comandada pela chef Maria Victória ganhou um sushi-bar. De lá saem sushis de atum e salmão (R$ 18,00, cinco unidades) e o temaki de atum crocante (R$ 18,00). São opções a clássicos do menu, a exemplo do hamburguinho de cordeiro coroado por foie gras e teriyaki de frutas vermelhas (R$ 38,00, seis unidades). Para beber, a sangria da julia (R$ 54,00, jarra de 750 mililitros), que reú­ne abacaxi, maçã verde, maçã vermelha, pera, monin de maçã verde e vinho branco, é boa aposta para dividir. Outra opção famosa por lá é o chope de tangerina (R$ 21,00), drinque feito com vodca e suco da fruta, coroado por uma espuma de mel, limão e gengibre. Avenida Delfim Moreira, 696, Hotel Marina All Suites, Leblon, ☎  2172-1120. 17h/2h (sex. até 4h; sáb. 16h/4h; dom. 16h/1h).

Bar da Praia

Bar da Praia
Bar da Praia passou por reformas (Foto: Tomás Rangel)

O esquema é bem parecido com o do Bar do Lado. Localizado na varanda do Hotel Marina Palace, o Bar da Praia recentemente passou por uma bem-vinda repaginada sob a batuta do arquiteto André Piva. A varanda ficou mais sóbria, agora livre do painel colorido e chamativo que retratava de forma quase caricata recantos turísticos da cidade. Também saíram de cena os tons escuros do cercado. O ambiente está clean, com quadros pendurados na parede de tons pastel. Podem-se bebericar os drinques locais até nos bancos dispostos na calçada. Receita inusitada, a caipivodca de morango com energético pode chegar no copo (R$ 23,00) ouem uma jarra de 750 mililitros (R$ 60,00). Na carta de bebes, a criação que leva o nome da casa, uma reunião de vodca, limão-siciliano, suco de laranja e monin de rosas, é boa pedida e sai por R$ 21,00. Servido pelo mesmo preço, o refrescante cae’s combina vodca cítrica, suco de cranberry e raspas de limão-siciliano. Mate a fome com o menu japonês que exibe sugestões como o tartare de salmão escoltado por biju crocante (R$ 38,00) e o combinado onda (R$ 62,00), com 22 peças. Rua João Lira, 5, Leblon (Hotel Marina Palace), ☎   3613-5150. 16h/0h (qui. até 2h; sex. e sáb. até 4h).

Bar Urca

Bar Urca
Bar Urca: melhor visual do Rio (Foto: Veja Rio)

Este é quase um clichê do Rio. Sentar na mureta com a Baía de Guanabara toda pela frente, beber uma cerveja gelada e comer os bons pastéis e empadas se tornou programa obrigatório seja para quem mora aqui, mas principalmente para quem visita. Não é fácil conseguir um lugar se você chegar tarde nos fins de semana. Caso consiga, peça para algum amigo atravessar a rua e ir buscar cascos gelados de cerveja Original (R$ 10,50, 600 mililitros), que  podem ser acompanhados de bolinho de bacalhau frito na hora (R$ 3,50 a unidade). Também valem a visita o pastel de camarão (R$ 3,75), festejado por lá, e a sardinha frita e bem temperada (R$ 5,00). Rua Cândido Gaffrée, 205, Urca.  ☎   2295-8744. 7h/23h (sáb. a partir das 8h; dom. 8h/20h).

Botequim Informal

Botequim Informal
Caipivodcas: em dobro no Informal (Foto: Bella Cardim)

Esqueça a vista. Nesta rede de botequins pé-limpo o visual não é uma atração. No entanto, durante o verão a casa criou um atrativo especial nas unidades de Ipanema, Leblon, Informalzinho, Shopping New York City Center e Norte Shopping. O cliente que pedir uma caipivodka feita com Smirnoff, no tamanho grande (R$ 19,90), ganha outra na hora nos sabores de lima, limão ou abacaxi. Quem não for de caipi pode pedir o cremoso chope Brahma (R$ 4,90; 200 mililitros; R$ 6,10; 300 mililitros; R$ 6,90; 350 mililitros). A fome é mole de matar também. Não pense duas vezes e peça a chapa de parmegiana de mignon (R$ 61,69), feita com lascas de filé mignon à milanesa cobertas com molho de tomate, queijo derretido e batata frita. Rua Francisco Otaviano, 67, lojas C e D, Arpoador. ☎   2247-7591. 11h/1h; Rua Conde de Bernadote, 26, loja O, Leblon. ☎   2540-5504. 12h/1h (qui. a sáb. até 2h).  www.botequiminformal.com.br.

Kiosque do Português

Kiosque do Português Lagoon
Salão da unidade do Lagoon tem vista para a Lagoa (Foto: Veja Rio)

Localizado no térreo do Complexo Lagoon, neste bar as saborosas caipirinhas que deram fama ao negócio são saboreadas diante da Lagoa Rodrigo de Freitas. E, aproveite, até o dia 6 de janeiro trata-se de um lugar privilegiado para aproveitar a vista da famosa árvore de Natal da Lagoa. Escolha a base alcoólica, que pode ser vodca, cachaça, saquê e até tequila, e a combine com variados tipos de fruta. As de carambola, de tangerina com gengibre, de laranja kinkan e de lichia estão entre as mais pedidas (R$ 16,00, com Smirnoff; R$ 22,00, com Ketel One; R$ 18,00, com cachaça). Criação curiosa, a caipi Ketel One bicolor (R$ 22,00) chama atenção por vir com morango e amora embaixo e abacaxi com manga por cima. Uma rodela de limão separa os dois sabores, que se fundem conforme se vai bebendo. Dica para acompanhar, a linguiça temperada no vinho com farofa (R$ 28,00) é uma delícia. Mais chique, o queijo brie chega à mesa ladeado por geleia (R$ 38,00). Recentemente pizzas passaram a ser servidas. Avenida Borges de Medeiros, 1424 (Lagoon), Lagoa,   ☎   2239-9936. 12h/0h (sex. e sáb. até 1h).

Palaphita Kitch

Palaphita Kitch
Vista privilegiada da Lagoa é trunfo do Palaphita Kitch (Foto: Christina Serqueira)

O quiosque trouxe novos ares à Lagoa, mas, apesar do cenário carioca, trata-se de uma ode à Amazônia. Afinal, o idea­li­za­dor do negócio, Mário de Andrade Netto, nasceu naquele estado. Além de homenagear a terra natal na decoração, ele explora a gastronomia do Norte tanto nos petiscos e pratos principais como nos drinques. Acomode-se no ambiente de iluminação indireta e bancos com almofadões, observando as famosas capivaras de madeira pintadas em cores vibrantes. São novidades na carta de drinques a caipikitch (R$ 29,50), que combina melancia, hortelã e gengibre, e a clerikitch, feita com espumante, morango, abacaxi, kiwi, tangerina, Cointreau, conhaque e soda (R$ 143,00, a jarra com 1 litro). Acompanhamento bom na ala das entradas, o arrombado (R$ 53,00) pega o camembert, um clássico queijo francês, e o traz recheado de picadinho de tucunaré, pimen­ta-de-cheiro e banana pacovão. Outra bela dica, o arre égua (R$ 37,50) consiste em queijo gruyère, temperado com jambu, uma erva famosa por causar leve dormência na boca, flambado na cachaça. Assim como o Kiosque do Português, a árvore da Lagoa é uma atração até o dia 6 de janeiro. Avenida Epitácio Pessoa, s/nº, quiosque 20, Parque do Cantagalo, Lagoa, ☎   2227-0837. 18h/1h (seg. até 0h).

Sobe

Sobe
Terraço protegido, mas sem barrar a vista: detalhe charmoso no Sobe (Foto: Felipe Fittipaldi)

Localizado no mesmo imóvel onde antes funcionou o Paxeco Bar, esta casa conta com vista privilegiada do Cristo Redentor e das palmeiras-imperiais do Jardim Botânico. As mudanças de decoração foram sutis, mas bem vindas e trouxeram um frescor para o local. Bancos reclinados, dos quais, esparramado, o visitante curte a paisagem, são os lugares mais disputados. O cardápio e a carta de drinques levam a assinatura de Fábio Battistella, ex-Meza Bar. Prove o whisky sour que combina dois rótulos de Jack Daniel’s, o single barrel e o gentleman Jack, com limão e clara de ovo. O kingston negroni leva rum no lugar de gim, o que proporciona notas adocicadas ao drinque conhecido pelo amargor. Cada pedida sai por R$ 23,90. São saborosas dicas para acompanhar a farta panelinha de camarão com catupiry e alho-poró (R$ 31,90) ou o arroz de carne assada (R$ 27,90) com gostinho de comida de vó. Rua Pacheco Leão, 724, Jardim Botânico, ☎   3114-7691. 18h/1h (qui. a sáb. até 2h; fecha seg.).

Terra Brasilis

Terra Brasilis
Local da festa tem vista para o Pão de Açúcar (Foto: Divulgação)

Trata-se de um local extremamente privilegiado. Em pleno Círculo Militar, na Urca, a casa aos pés do Pão de Açúcar traz uma inacreditável vista da Praia Vermelha. De segunda a sexta, a partir das 19h, música ao vivo anima ainda mais o lugar - aos sábados e domingos o som começa ao meio-dia. O bem tirado chope Itaipava (R$ 6,50; 300 mililitros) concorre  com cascos gelados de Heineken (R$ 8,50; 600 mililitros). Qualquer um dos dois é boa companhia para as pizzas na lenha servidas sempre a partir das 17h30. São 30 sabores, destaque para  a Urca (R$ 38,00), que vem coberta por mussarela de búfala, presunto e champignon. Na lista dos petiscos, não invente e vá no clássico frango à passarinho com crisps de alho (R$ 29,00). Outra escolha acertada é o queijo de coalho com molho shoyu e mel (R$ 25,00). Praça General Tibúrcio s/nº, Urca, ☎   2275.4651 e 97190-1654. 11h30/23h30 (sex. e sáb. até 0h30).

Urca Grill

Urca Grill Pobreta
Apelidada de "pobreta", parte do muro em frente ao Urca Grill está concorrida (Foto: Felipe Fittipaldi)

Não conseguiu encontrar espaço na badalada mureta do Bar Urca, mas quer aproveitar a mesma vista? Não se preocupe. Basta uma caminhada pelo bairro para perceber que existe vida além do ponto mais famoso. O cenário é o mesmo, uma vista deslumbrante da Baía de Guanabara. A concentração de gente também é grande, e, num toque informal, inclui, além da turma acomodada na amurada, alguns mais à vontade, sentados sobre cangas ou em cadeiras de praia. Algum gaiato apelidou o ponto de “pobreta”, por oferecer preços mais em conta do que o vizinho pioneiro e famoso. No Urca Grill, logo ali, os presentes se abastecem com onze opções de cerveja em garrafas de 600 mililitros, mais meia dúzia servida no popular “litrão”. As mais baratas, Itaipava e Skol, saem por R$ 6,00 cada uma. A Original, por lá, custa R$ 8,50. Petiscos simples, mas benfeitos, como o gurjão de peixe ou frango (R$ 27,00), completam o programa. É comprar no balcão, atravessar a rua e aproveitar. Rua Marechal Cantuária, 10, Urca, ☎   3209-1623. 5h/23h (qua. e qui até 1h; sex. e sáb. até 2h).

Fonte: VEJA RIO