BARES

Borbulhas na Barra

Inaugurada no mês passado, Champa oferece carta com cinquenta rótulos de espumante

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

BEBIDAS ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | COZINHA ✪✪

Leo Martins
(Foto: Redação Veja rio)

Conforme a noite avança, o espaço se enche rapidamente. Inaugurada no fim de março, a Champa, na Barra, já abriga boa clientela na agradável varanda à meia-luz e no pequeno salão de decoração elegante, com balcão de tijolos aparentes e parede pintada de violeta. Atração principal, a lista de pouco mais de cinquenta rótulos, entre marcas de champanhe e prosecco, é organizada por Marcos Fabrício e João Vicente Barros, ex-gerente da Ovelha Negra, casa do mesmo gênero em Botafogo. O chef Hugo Oliveira cuida do cardápio, que contempla de tira-gostos a pequenas porções, a exemplo do saboroso arroz de pato com chouriço português (R$ 25,00).

Para sair da mesmice na hora de beliscar, são pedidas acertadas o suspiro de foie gras com geleia de frutas vermelhas (R$ 24,00, seis unidades) e o ceviche de camarão servido em espetinhos (R$ 28,00, oito unidades). Os tira-gostos podem acompanhar bons rótulos de espumante nacional, como o Casa Valduga Arte Tradicional Brut (R$ 47,00) e o Miolo Millésime Brut (R$ 117,00). Também na garrafa de 750 mililitros, entre os importados sobressaem o francês Première Bulle Premium Brut Cremant Chocolat (R$ 139,00) e o rosé italiano Le Casere Rossato Gran Cuvée (R$ 53,00). Nas opções em taça, que mudam a cada semana, há achados como o prosecco Antithese Treviso Brut (R$ 11,00).

Champa. Avenida Armando Lombardi, 633, loja 108, Barra da Tijuca (Shopping Market Street), ☎ 2493-1371 (60 lugares). 18h/0h (sex. até 1h; sáb. 19h/1h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2012.

Fonte: VEJA RIO