Aos 99 anos, Assis Horta ganha exposição no Espaço Cultural BDNES

Mais de 200 fotografias registram o primeiro retrato de trabalhadores em 1943

(Assis Horta/Divulgação)

Em 1943, a criação da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) levou multidões a providenciar fotos para seus documentos — muitos trabalhadores brasileiros entraram em um estúdio fotográfico pela primeira vez. Hoje com 99 anos, completados no fim de fevereiro, o fotógrafo mineiro Assis Alves Horta atuou em Diamantina entre as décadas de 40 e 70, acompanhou de perto esse momento histórico e produziu as mais de 200 imagens em branco e preto reunidas em Assis Horta: Retratos, que ocupa o Espaço Cultural BNDES a partir de quarta (15). A exposição traz ainda uma reconstituição do seu antigo estúdio, no qual o público poderá entrar para tirar selfies. Avenida Chile, 100, Centro. Segunda a sexta, das 10h às 19h. Grátis. Até 5 de maio.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s