Histórias Cariocas

Fatos e curiosidades sobre o Rio e seus habitantes

Onde ele estava quando fez as fotos?

Foi lançado no mês passado Rio Pictoresco, de Cesar Barreto, com 62 imagens da cidade em preto e branco, em que se busca replicar o estilo de fotógrafos de tempos idos, como Augusto Malta e Marc Ferrez. Ele se utilizou de câmeras de grandes dimensões, algumas até feitas de madeira, e, com negativos também maiores que os comuns, captou ângulos por vezes inusitados, noutras tantas sem fugir do básico cartão-postal. Dez dessas fotos encontram-se à venda em grande formato na Galeria Tempo, em Copacabana. E a totalidade delas está sendo doada ao Museu de Arte do Rio, na Zona Portuária ? vinte já se encontram na parede do MAR, justamente ao lado de obras de Ferrez. “A fotografia em preto e branco se sustenta e se justifica por ter um caráter necessariamente interpretativo”, analisa Barreto.

Papel da boemia

Divulgação

Divulgação

O Biricotico, autoproclamado o primeiro jornal de bares no país, completou recentemente dois anos de circulação, e está com uma novidade que é a cara do verão carioca: os biricotickets, cupons que dão direito a promoções em dezenas de estabelecimentos. Tem dado certo: a tiragem normal de 15?000 exemplares dobrou nos últimos dois meses. A ideia agora é expandir o negócio para São Paulo. Acima, um exemplo: o papelzinho que pode virar bife com batatas fritas e balde de cerveja no Bar da Portuguesa, em Ramos.

A marca pop da música clássica

Um desenho de Ziraldo (à esquerda) e uma colorida tela de Isabela Francisco vão integrar, em breve, uma exposição no Rio Design Barra, como parte da festa de quinze anos da série Música no Museu, dirigida por Sérgio da Costa e Silva. As obras (que estão no livro recém-lançado pelo projeto) foram usadas como capas de antigos programas dos espetáculos, que por todo esse tempo levaram acordes clássicos e eruditos a distintos centros culturais do Rio, como Chácara do Céu, Real Gabinete Português de Leitura, Ilha Fiscal e Parque das Ruínas.

Divulgação

Divulgação

A SORTE NO PALITO

Tudo passou tão rápido como comer um espetinho. Em 2009, Bruno Gorodicht e Leandro de Souza perceberam um vazio no mercado gastronômico do Rio e abriram o Espetto Carioca, inspirados nas barracas de esquina. A primeira loja surgiu, tímida, num prédio da Barra, e agora são treze franquias. A foto e o croqui mostram as novidades do mês: um bar na Lapa e um quiosque em Copacabana. Saem 120?000 palitos (provolone, cafta, avestruz…) mensalmente, e já há gente dos Estados Unidos e de Portugal na fila para levar a marca para o exterior.

historias-cariocas-04.jpg

historias-cariocas-04.jpg

MALAS A POSTOS

istockphoto

istockphoto

Entrou janeiro e a gente vê como serão os feriados de 2014 no Rio. Pois anote: eles darão margem a muitas emendas com fins de semana e alguns enforcamentos de dias normais de trabalho ? mas isso apenas no primeiro semestre, depois a moleza acaba. Ainda neste mês a cidade estará de folga na segunda 20, dia do padroeiro, São Sebastião. Em abril, é provável que muitos se presenteiem com um megadescanso, juntando Tiradentes (feriado nacional, 21, segunda) com São Jorge (data estadual, dia 23, quarta). Por outro lado, cairão no domingo tanto o 7 de Setembro como Finados.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s