Pão de Açúcar também é cultura

Símbolo conhecido no mundo inteiro, ícone de leitura fácil e instantânea, de fato quase um desenho de criança, o bondinho do Pão de Açúcar vem merecendo, desde 1912, ano em que começou a funcionar, a atenção de artistas plásticos, poetas e cantores. Já serviu de cenário para filmes estrangeiros, foi decantado em verso e prosa na música popular brasileira e, a cada vez que completa uma data redonda, costuma ganhar uma nova fornada de livros que contam a sua história. Confira algumas das homenagens que ele já recebeu.

cultura-02.jpg

cultura-02.jpg

cultura-03.jpg

cultura-03.jpg

cultura-04.jpg

cultura-04.jpg

BONDINHO DO PÃO DE AÇÚCAR

Gravação de Johnny Alf (foto), 1965 Composição de Armando Cavalcanti e Victor Freire

“Vamos, meu amor/

o bondinho vai subir/

é a nossa hora de sonhar/ hoje o Pão de Açúcar

está mais acolhedor/ tomem seus lugares

no bondinho”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s