• Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Pedro Moraes

Casado com uma carioca, a diretora teatral e atriz Marcia Moraes, com quem vive em Berlim, o artista plástico islandês Egill Sæbjörnsson tornou-se um visitante assíduo do Rio nos últimos anos. Vem da cidade a inspiração para Pop Up em O Lagarto, espetáculo idealizado pelo casal, uma curiosa mescla de teatro, música e artes visuais. Como em boa parte de suas criações, aqui Sæbjörnsson cria uma instalação na qual imagens em movimento incidem sobre objetos — no caso, um livro pop up (daqueles em que as figuras saltam das páginas) medindo 4 metros de largura por 2 de altura. Não há atores de carne e osso em cena: a história, não linear e de tintas oníricas, é apresentada através das projeções e da trilha sonora. Nela, o esverdeado Lagarto transita por uma paisagem carioca idealizada, com favelas e coqueiros, que vai se transformando a partir dos sentimentos experimentados pelo personagem. A ideia do artista é mostrar como as pessoas projetam para o mundo aquilo que sentem . Rec. a partir de 4 anos.

Ficha técnica

Duração: 40 minutos

Publicidade

Publicidade