• 22 (Crédito: Reprodução Youtube)

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

O irlandês Jon (Domhnall Gleeson) quer seguir carreira na música e, por isso, pensa ter ganhado na loteria ao ser convidado para substituir o tecladista de uma banda de rock alternativo. Levado pelo grupo a uma inóspita casa à beira de um lago para ensaiar, compor e gravar, o rapaz tenta conviver em harmonia com os parceiros. Entre eles o bipolar Don (Scoot McNairy) e a intragável Clara (Maggie Gyllenhaal). Mas Frank (Michael Fassbender) chama mais a atenção de Don. Líder e vocalista do conjunto, esse excêntrico sujeito não tira um cabeção de papel machê nem para comer ou tomar banho, além de revelar-se um compositor medíocre. O filme é dedicado ao comediante Chris Sievey (1955-2010), criador do personagem Frank Sidebottom, que fazia apresentações musicais com uma máscara semelhante à carregada na cabeça por Fassbender. Embalado em humor singular (entenda-se, para poucos) durante sua primeira hora, Frank ganha, nos percalços rumo à fama, contornos cada vez mais dramáticos. Por mais que traga vícios do cinema independente, trata-se de um refresco na filmografia americana, expondo, cuidadosamente, temas como depressão, distúrbios psíquicos e comportamento antissocial. Estreou em 16/4/2015.

Ficha técnica

Direção: Leonard Abrahamson

Duração: 95 minutos

Recomendação: 14 anos

País/Ano:

Publicidade

Publicidade