• 22 (Crédito: Reprodução Youtube)

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

Protagonista do novo Mad Max, Tom Hardy volta às telas e se dá muito mal ao falar inglês com sotaque russo na confusa trama de Crimes Ocultos. Tudo começa em 1933, quando está em foco o drama de órfãos ucranianos cujos pais foram castigados pela fome na ditadura de Stalin. Um deles consegue escapar da miséria e vira um herói na II Guerra sob o nome de Leo (Hardy). Na Moscou da década de 50, o protagonista virou um investigador militar às voltas com a morte (ou assassinato) do filho de um amigo. Por ter defendido a esposa (Noomi Rapace), acusada de traição pelo Partido Comunista, Leo, como castigo, é enviado com a mulher para a cidade de Volsk. Lá, novos crimes com crianças chamam sua atenção. O roteiro, inspirado no livro Child 44, de Tom Rob Smith, tenta atirar para vários lados em mais de duas cansativas horas de duração. Ora tem ecos das tragédias de guerra, ora traz à tona um filme policial como outro qualquer. Joel Kinnaman (o RoboCop) e Gary Oldman ficam igualmente perdidos. Estreou em 21/5/2015.

Ficha técnica

Direção: Daniel Espinosa

Duração: 137 minutos

Recomendação: 16 anos

País/Ano:

Publicidade

Publicidade