Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Bactérias do bem: mercado de bebidas probióticas cresce nas vendas

Marca Keiff Kefir viu o consumo de suas bebidas fermentadas à base de kefir aumentar 80% no último ano, alcançando faturamento de 10 milhões de reais

Por Renata Magalhães Atualizado em 11 jun 2021, 15h34 - Publicado em 21 Maio 2021, 06h00
Microrganismos vivos -
Microrganismos vivos – Cora Food Concept/Divulgação

Não é de hoje que os probióticos fazem sucesso na mesa da turma que busca cardápios mais saudáveis. Além dos comprovados benefícios para a flora intestinal e o reforço à imunidade, uma pesquisa recente da americana BMJ Nutrition, Prevention & Health mostrou que os suplementos com microrganismos vivos podem ajudar a aliviar até sintomas de depressão — o que deu novo impulso ao mercado.

+Em alta entre os cariocas, natação no mar faz bem para o corpo e a mente

+Três dicas de aplicativos que facilitam uma rotina saudável

A Keiff Kefir viu a venda de suas bebidas fermentadas à base de kefir (receita originária das montanhas do Cáucaso) aumentar 80% no último ano, alcançando um faturamento de 10 milhões de reais. “Ainda que não seja a opção mais saborosa da gôndola, com certeza é a mais saudável e isso ficou em evidência em tempos de pandemia”, explica o economista carioca Rafael Abad, que conheceu o produto em Chicago e abandonou o mercado financeiro para investir na produção nacional, iniciada em 2017 na cidade de Paty do Alferes, região Sul Fluminense.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade