Clique e assine por apenas 3,90/mês
Publicidade

Tudo sobre juíza patrícia acioli

Anderson Yuji Ito
Cidade

Secretário de Crivella nomeia advogado com clientes controversos

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 13 mar 2018, 16h15 - Publicado em 9 mar 2018, 13h13
Paulo Messina, da Casa Civil, nomeou para cargo de confiança Anderson Yuji Ito, que defendeu os PMs responsáveis pelo assassinato da juíza Patrícia Acioly
patricia-acioli-reproducao-redes-sociais.jpeg
Cidade

Tribunal de Justiça reduz pena de assassinos da juíza Patrícia Acioli

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 5 dez 2016, 11h01 - Publicado em 5 out 2016, 21h11
A magistrada foi assassinada em 2011 com 21 tiros, na porta da casa onde morava, em Niterói. Onze PMs ligados à milícia foram condenados pela morte
Publicidade