Clique e assine por apenas 4,90/mês

Teatro pela internet: Maria Ribeiro vai encenar texto de Fernanda Young

Pós-F, baseado em livro de ensaios da escritora morta em 2019, levanta questionamentos sobre gênero, feminismo e maternidade

Por Marcela Capobianco - Atualizado em 7 set 2020, 13h04 - Publicado em 7 set 2020, 13h03

Lançado em 2018, o livro Pós-F: Para Além do Feminino e Masculino, o primeiro de não-ficção da escritora, rendeu a Fernanda Young um Prêmio Jabuti póstumo.

De forma autobiográfica, a obra, composta por ensaios, expõe e questiona o feminismo, o machismo, o assédio, a maternidade e o amor. Antes de morrer, Young estava envolvida na adaptação do texto para o teatro, ao lado da atriz Maria Ribeiro e da diretora Mika Lins.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Pouco mais de um ano após a morte da escritora, Maria Ribeiro e Mika Lins levam ao palco do Teatro Porto Seguro, em São Paulo, o monólogo feito para as plataformas digitais, como uma forma de homenagear Fernanda Young.

“No processo de ensaio, percebemos que a Fernanda era muito mais delicada do que ela gostava de parecer, e por isso a coragem dela era revolucionária e abria tantos caminhos pra nós, mulheres, sermos exatamente o que quisermos”, comenta Maria.

+ Maitê Proença estreia peça on-line nesta quarta (9)

Continua após a publicidade

Também escritora, a atriz não crê que seus livros e crônicas se pareçam com os de Fernanda Young, mas nota semelhanças no comportamento de ambas. “Somos duas provocadoras”, enlaça.

A cenografia será formada por desenhos de Young, da filha da escritora, a cartunista Estela May, e da própria Mika Lins, diretora do espetáculo.

+ Marina da Glória terá cinema drive-in temporário

Estão previstas sessões de bate-papo após as apresentações, sempre com Maria e um convidado.

+ Dia do bacon: sandubas e delícias para aproveitar a data

Pós-F. Sábados e domingos, 20h. Até 4 de outubro. Classificação etária: 16 anos. Ingressos: a partir de R$ 20,00 – Tudus. (parte do valor arrecadado é destinado a profissionais que estão parados durante a pandemia). 

Continua após a publicidade
Publicidade