Clique e assine por apenas 4,90/mês

Prefeitura corta verba das escolas da Série A no Carnaval 2018

Informação sobre o corte de 50% no incentivo cultural chegou a 101 dias dos desfiles

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 15 nov 2017, 15h05 - Publicado em 1 nov 2017, 17h47

Após a polêmica do corte de verbas para os desfiles do Grupo Especial e o cancelamento dos ensaios técnicos, o Carnaval 2018 teve mais uma má notícia. A 101 dias dos desfiles, a Prefeitura informou que vai cortar 50% da verba de incentivo cultural às escolas da Série A. A Liga das Escolas de Samba do Rio (Lierj) informou que o valor corresponde a 80% dos recursos financeiros usados para a realização dos desfiles.

Em uma carta aberta, as 13 escolas da Série A lamentam, que o carnaval, que atrai dois milhões de turistas, tenha perdido “importância como propulsor da cultura popular, do turismo e da geração de renda para a cidade do Rio de Janeiro”.

A Riotur informou que utiliza os mesmo critérios para o corte de verba para as ligas das Séries A e B e que cerca de R$ 23 milhões estão sendo repassados para o carnaval carioca. Mas que, devido à crise financeira, a prefeitura está priorizando a saúde e a educação.

Publicidade