Clique e assine por apenas 4,90/mês

Os sintomas da síndrome do pânico

Com o Brasil liderando os casos de transtorno de ansiedade, o transtorno já afeta 4% da população, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde

Por Fernanda Thedim - Atualizado em 31 Maio 2017, 15h50 - Publicado em 27 Maio 2017, 12h44
Quatro sintomas simultâneos podem indicar a crise Divulgação/Veja Rio

O coração fica acelerado, as mãos começam a suar e o ar não vem. Com o Brasil liderando os casos de transtorno de ansiedade, a síndrome do pânico já afeta 4% da população, de acordo com dados revelados pela Organização Mundial da Saúde. Isso significa que mais de 8 milhões de brasileiros sofrem com o transtorno, mas o diagnóstico não é tão simples. “Pelo menos quatro dos sintomas listados ao lado devem estar presentes, e a crise deve ser súbita ou desenvolver-se e finalizar-se em menos de dez minutos”, explica o doutor em história das ciências, técnicas e epistemologia pela UFRJ Nicolau Maluf. Analista reichiano, o especialista acredita que fatores sociais como o aumento do desemprego, a crise econômica e a violência nas cidades estariam colaborando para o aumento dos casos. “Em situações de stress cresce o risco de desenvolvermos a síndrome”, alerta.

Divulgação/Veja Rio

+ Marina da Glória oferece curso de mergulho nas lhas Cagarras

+ Cruz Vermelha Brasileira promove campanha do agasalho

Publicidade