Continua após publicidade

Ao ar livre: Ópera na Tela de volta aos jardins do Parque Lage

Depois de um hiato forçado pela pandemia, festival retorna com exibição de 11 espetáculos inéditos em cinema montado nos jardins do espaço

Por Kamille Viola
5 nov 2021, 17h17

Depois de um hiato forçado pela pandemia em 2020, o festival Ópera na Tela está volta ao Parque Lage, para sua sexta edição. O evento acontece de 13 a 24 de novembro, com exibições em uma tela montada a céu aberto nos jardins do palacete. São apresentados 11 espetáculos, a maioria deles gravada durante a pandemia por grandes companhias de ópera, sem plateia. Pela primeira vez, a programação conta com um balé: O Corcunda de Notre Dame, da Ópera de Paris.

+ Atrações infantis de até 50 reais para curtir este fim de semana no Rio

Diretora do festival, Emmanuelle Boudier aposta no sucesso do retorno do evento. “Nós pulamos uma edição em 2020, mas agora nós apostamos que a vacina irá trazer nosso público de volta, por isso temos boas expectativas para essa edição. Além disso, o evento é ao ar livre, o que deve trazer mais confiança para as pessoas. Outro fator importante é que nós cumpriremos todas as medidas de segurança sanitária vigentes e vamos exigir o passaporte de vacinação preenchido com as duas doses”, garante ela. “Acredito que os cariocas estão com fome de cultura, estão ávidos pela retomada da programação cultural do Rio e para se reencontrar com as pessoas e com a própria cidade”, diz.

+ Somamos Festival leva nomes da música independente ao Teatro Prudential

Continua após a publicidade

Com a pandemia, as grandes casa de ópera da Europa também tiveram que interromper suas apresentações. Mas encontraram soluções alternativas, como realizar espetáculos sem plateia e transmiti-los pela internet. A maior parte das montagens na programação do Ópera na Tela este ano foi produzida nesse período. Portanto, são apresentações inéditas por aqui.

+ Galeria a céu aberto: festival ocupa a Praça Mauá com luzes e projeções

Entre os destaques, está a récita O Palácio Encantado, de Luigi Rossi, que será exibida dia 22, às 19h. Apresentada pela primeira vez em 1642, em Roma, ficou esquecida durante 380 anos na biblioteca do Vaticano e foi redescoberta pelo maestro Leonardo Garcia Alarcon. A Ópera de Dijon criou uma nova encenação do espetáculo agora na pandemia, que será exibida no festival.

Continua após a publicidade

+ Ela é o samba: Teresa Cristina apresenta tributo a Zé Keti em Copacabana

A abertura do Ópera na Tela, em 13 de novembro, vai contar com uma apresentação da cantora lírica Anne-Catherine Gillet, às 19h, antes da exibição do dia, a Noite de Gala do Teatro Alla Scala de Milão, às 20h. O ingresso dá direito às duas atrações. O festival também vai contar com masterclasses de canto lírico. A programação completa está  www.operanatela.com.

Parque Lage. Rua Jardim Botânico, 414. R$ 14,00 (meia-entrada) a R$ 28,00.

Continua após a publicidade
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.