Clique e assine por apenas 7,90/mês

Exposição de Chichico Alkmim é boa pedida no Moreira Salles

Fotografias em preto e branco mostram a Diamantina do início do século XX

Por Renata Magalhães - 5 ago 2017, 12h00

 Chichico Alkmim, Fotógrafo. Mais de 200 imagens em preto e branco traçam um panorama da cidade mineira de Diamantina no início do século XX. São belos registros capturados por Francisco Augusto Alkmim (1886-1978), conhecido como Chichico Alkmim, em uma alentada exposição que se espalha em ordem cronológica por seis salas do Instituto Moreira Salles. Diferentemente de outros fotógrafos da época, o artista não se limitou a retratar apenas a burguesia, voltando sua câmera para trabalhadores do garimpo, paisagens, casamentos e até mesmo melancólicos funerais de crianças. As imagens, muitas vezes tremidas, acompanham também a evolução da técnica fotográfica. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 1º de outubro.

Publicidade