Clique e assine por apenas 4,90/mês

Estudo compara índice de lesões do crossfit com outras atividades

De acordo com os resultados da pesquisa, são registrados três casos de lesão a cada 1 000 horas de treino com argolas, barras e burpees

Por Fernanda Thedim - Atualizado em 13 abr 2018, 13h22 - Publicado em 13 abr 2018, 09h20
Giovanna Antonelli: adepta da modalidade Felipe Fittipaldi/Veja Rio

Adotado por celebridades como Giovanna Antonelli, Bruna Marquezine e Bruno Gagliasso para manter o corpo em forma, o crossfit tem fama de ser uma modalidade perigosa no que diz respeito ao índice de lesões. Um estudo publicado recentemente no The Journal of Strength & Conditioning Research, do Reino Unido, provou, porém, exatamente o contrário ao comparar a atividade com outros esportes. De acordo com os resultados da pesquisa, são registrados três casos de lesão a cada 1 000 horas de treino com argolas, barras e burpees. Para se ter uma ideia, no vôlei surgem sete casos no mesmo tempo de prática, no futebol, oito, e no judô, dezesseis. O topo do ranking dos exercícios que mais machucam ficou, por incrível que pareça, com o squash.

Publicidade