Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Em nova formação, Azymuth leva disco mais recente ao Blue Note

Com novo tecladista, o trio de jazz fusion mostra, em duas sessões, que continua em plena forma com o álbum 'Fênix'

Por Carol Zappa Atualizado em 9 jul 2018, 13h40 - Publicado em 9 jul 2018, 08h00

Surgido no início dos anos 70, o Azymuth, de Alexandre Malheiros (baixo), Ivan “Mamão” Conti (bateria) e José Roberto Bertrami (teclado), ganhou prestígio internacional com sua fusão única de jazz, funk e samba. Primeiro grupo brasileiro a tocar no Festival de Montreux, em 1977, o trio já dividiu jams com o trompetista Dizzy Gillespie e o cantor Al Jarreau. Em 2012, houve o baque da morte de Bertrami, mas o conjunto reencontrou seu caminho ao lado do tecladista Kiko Continentino. Lançado em 2016, o ótimo Fênix, primeiro álbum de inéditas da atual formação, representa bem a nova fase. Blue Note. Avenida Borges de Medeiros, 1424, Lagoa. Sábado (14), 20h e 22h30. R$ 150,00.

  • Publicidade