Clique e assine por apenas 4,90/mês

Grátis: produtora carioca oferece curso on-line de teatro

Oficinas são destinadas à faixa etária de 8 a 16 anos. A cada sábado, vídeos são postados no Youtube

Por Marcela Capobianco - Atualizado em 8 Maio 2020, 22h00 - Publicado em 8 Maio 2020, 21h58

Responsável pela programação do Teatro PetroRio das Artes, na Gávea, suspensa por conta da pandemia, a produtora Constelar transferiu as oficinas gratuitas de artes cênicas que aconteciam no local para a internet. Mais especificamente, no Youtube. Cerca de 120 crianças e adolescentes de comunidades da região são atendidas pelo projeto.

+ Festival de teatro on-line tem cenas curtas e debates

Frente ao cenário de isolamento social e ciente do papel transformador da arte na vida das pessoas, principalmente dos mais carentes, a gestora Tatiana Trinxet resolveu apostar 100% no digital e resolveu abrir o curso para qualquer outro jovem interessado.

+ ‘É necessário enrijecer o isolamento social’, diz infectologista

Continua após a publicidade

A cada sábado, duas de um total de 24 videoaulas serão liberadas no canal da produtora. A primeira delas, às 11h, para alunos entre 8 e 11 anos, comandada pelo professor Zé Helou, e a segunda às 11h30, para a faixa dos 12 aos 16 anos, com a professora Viviana Rocha. Quem estiver inscrito nas turmas poderá interagir diretamente com os professores através dos comentários, durante 45 minutos. Os conteúdos envolvem jogos, improvisação, criação de máscaras gregas, entre outros. Aqueles que não conseguiram vaga nas oficinas deste ano terão acesso ao mesmo conteúdo, porém como espectador.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

“Estávamos com 120 crianças esperando o início das aulas das oficinas deste ano, quando a pandemia foi anunciada. Por alguns instantes pensamos em desistir, por não acreditarmos num teatro sem a troca com o outro. Mas também pensamos todo o tempo nas famílias, nos pais e filhos dentro de casa, ávidos por atividades que tragam um sopro de alento, alegria e criatividade, nesse momento. E aí nos lembramos do poder transformador da arte, seja ela qual for e de onde e como vier, principalmente em tempos críticos”, comenta Tatiana.

+Coronavírus: máscaras se tornam obrigatórias em todo o Estado

Publicidade