Clique e assine por apenas 4,90/mês

Crítica: comédia romântica é boa pedida no Sesc Copacabana

Premiada dramaturga norte-americana Annie Baker ganha primeira montagem brasileira

Por Renata Magalhães - 13 out 2017, 14h45

 Círculo da Transformação em Espelho. Na fictícia cidade de Shirley, cinco pessoas com pouco em comum frequentam um curso de artes cênicas. Com esse ponto de partida simples, o texto da americana Annie Baker evolui no tom realista que ficaria bem em um filme. O caráter sublime do teatro, no entanto, marca presença nos belos quadros criados pelo jogo de iluminação (assinado por Adriana Ortiz) sobre os espelhos do cenário de Mina Quental. Equilibrado, o elenco, dirigido por César Augusto, mostra entrosamento em cenas de humanidade explícita — nesta comédia romântica, as coisas acontecem no palco como na vida, sem episódios mirabolantes. Sávio Moll, no papel de um carpinteiro recém-separado, e Julia Marini, como a atriz desencantada com seu ofício, sobressaem ao longo da sessão (110min). 12 anos. Sesc Copacabana. Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana. Quinta a sábado, 20h30; domingo, 19h. R$ 30,00. Até o dia 29.

Publicidade