Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

De volta ao circuito: Centro de Arte Hélio Oiticica reabre as portas

Espaço retomou as atividades no início do mês com obras inéditas do artista. Em janeiro, inicia um programa que inclui cursos, encontros e debates

Por Kamille Viola Atualizado em 19 nov 2021, 18h29 - Publicado em 19 nov 2021, 18h26

Selada a paz da família do artista com a prefeitura — após a censura de uma mostra na gestão anterior —, o Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica reabriu no início do mês com obras inéditas do artista.

+ Diálogos culturais: Bela Bienal reúne 130 artistas, entre nacionais e estrangeiros

Entre elas, duas instalações nunca executadas. São dois penetráveis, que permitem a interação com o público, um deles exposto ao ar livre na Rua Imperatriz Leopoldina.

+ Cinco obras para ver em O Tempo Completa: Burle Marx, Clássicos e Inéditos

A direção artística é de César Oiticica Filho, sobrinho de Hélio, responsável pelo acervo do tio e que está à frente do programa de cursos, encontros e debates previstos para começar em janeiro.

Rua Luís de Camões, 68, Centro. → Seg. a sáb., 10h/18h. Grátis.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade