Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Grátis: Centro Cultural Correios abre duas novas mostras

Com direito a instalação imersiva, exposições em cartaz na instituição convidam o público a refletir sobre o momento atual

Por Marcela Capobianco 21 dez 2020, 15h34

O Centro Cultural Correios tem duas novas exposições para serem visitadas presencialmente. Uma das mostras é o desdobramento de uma ação social para arrecadar fundos a quem mais precisa de ajuda durante a pandemia. A outra traz instigantes escultural que foram apresentadas na Bienal de Veneza, na Itália, no ano passado. Para evitar o contágio pelo novo coronavírus, a instituição funciona com horários reduzidos e limita a entrada do público no loca. Confira:

+ Dez filmes de Natal para assistir no streaming

De Casa Com Arte.

Pintura de figura feminina com um fundo em tons de azul
Patricia Secco: pintura da artista pode ser conferida em mostra no Centro Cultural Correios Divulgação/Divulgação

Concebido logo no início do período de isolamento, o projeto De Casa Com Arte foi segmentado em duas fases. Na primeira, 39 artistas visuais doaram peças para um leilão beneficente, cujo dinheiro arrecadado foi doado para a ação Mães da Favela, da Cufa, e para o Retiro dos Artistas.

Em reconhecimento ao célebre gesto, o curador Carlos Bertão e Alê Teixeira, responsável pelo design e iluminação das obras, produziram uma exposição, com 85 obras, entre instalações, colagens, pinturas e desenhos. Pietrina Checcacci, Lucio Volpini e Mulambo são alguns dos artistas que participam da coletiva.

Até 10 de janeiro de 2021.

+ Jardim Botânico passa a oferecer visitas guiadas em carrinhos

Continua após a publicidade

O Abraço.

Esculturas em cerâmica de rostos duplos
Vitória Sztejnman: artista apresenta 28 obras inéditas em mostra que ganhou outro significado na pandemia Humberto César Sampaio/Divulgação

Curiosamente, a mostra O Abraço, a primeira individual de Vitória Sztejnman, ganhou um novo significado após o surgimento do novo coronavírus, já que o toque ficou restrito a ‘cotoveladas’. Os trabalhos foram apresentados no Palazzo Zenobio, durante a 58ª Bienal de Arte de Veneza, no ano passado, e desembarcou no Rio com 28 obras inéditas no país, entre esculturas, instalação e fotografias.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

“O afeto do abraço representa o que gostaríamos de fazer e infelizmente não podemos, mas tenho certeza de que todos que irão à exposição vão se sentir abraçados”, diz a artista.

Duas grandes esculturas infláveis, uma preta e uma branca, com dois metros de altura cada, convidam o espectador para um abraço. O público poderá interagir com as obras, que são constantemente higienizadas.

A exposição, que ocupa a sala A do segundo andar do Centro Cultural Correios, apresenta, ainda, outras 26 obras inéditas, sendo sete esculturas – cinco em cerâmica e duas em bronze – e 19 painéis.

+ Stand-up comedy invade o Rio em janeiro

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro. Terça a sábado, 12h/19h. Grátis. O local estará fechado nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1º de janeiro.

Continua após a publicidade

Publicidade