Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Aos 83 anos, Arlete Salles volta aos palcos em peça que se passa na pandemia

"Ninguém Dirá que É Tarde Demais" faz curta temporada online e depois recebe público no Teatro Riachuelo

Por Renata Magalhaes Atualizado em 1 out 2021, 14h22 - Publicado em 1 out 2021, 14h21

Não foi só o isolamento social que afastou Arlete Salles dos palcos: a veterana atriz estava desde 2015 sem fazer uma peça de teatro. Agora ela quebra o jejum em grande estilo e entra em cartaz com Ninguém Dirá que É Tarde Demais, peça dirigida por Amir Haddad e assinada por seu neto, Pedro Medina. A temporada começa primeiro online, nesta sexta (1), exibida gratuitamente pelo YouTube. Na próxima semana, o público já pode acompanhar presencialmente as sessões no Teatro Riachuelo.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

“Entrar em cena nesta altura da vida é sempre uma emoção muito grande. Este é o meu lugar na Terra. Espero ter força, coragem e memória para continuar interpretando meus personagens por muito mais tempo”, celebra a atriz no auge de seus 83 anos.

+ Estreias infantis: as novas atrações teatrais para o público mirim

O retorno é dividido com um amigo de longa data, o ator Edwin Luisi. Os dois dão vida a vizinhos que, durante a pandemia, começam a implicar um com o outro sem saber suas identidades. Até que um dia se esbarram na rua e começam a se relacionar, suscitando na plateia reflexões sobre solidão, envelhecimento e desejos. Pedro Medina também está no elenco e dá vida ao… neto da personagem de Arlete. Alexandre Barbalho completa o elenco.

+ Faz-me rir: Helio de La Peña se apresenta em novo espaço de humor

“Ainda não elaboramos todas as perdas que a pandemia provocou, mas entender o que já passou e o que ainda estamos vivendo, através da perspectiva do humor, da tolerância e do amor é a proposta da minha comédia”, explica o dramaturgo.

+ A retomada dos palcos: dicas de peças para ver neste fim de semana

Continua após a publicidade
Publicidade